Empresário acusa Robyssão de calote e diz que cantor penhorou equipamentos da banda com agiotas

O empresário Daniel Trindade acusa o cantor Robyssão de um calote de mais de R$1 milhão. De acordo com o site Alô Juca, dois processos correm na justiça desde 2020 após Robyssão romper o contrato com o empresário e acertar um acordo para pagar a dívida que era de R$ 300 mil.

“É a segunda vez que Robyssão rompe o contrato comigo. No início eu gerenciei a carreira e ele ganhou projeção. Ele pagou o valor do contrato e seguiu a vida, mas a banda caiu e os cachês despencaram de R$ 100 mil para 500 reais”, declarou Daniel ao portal.

Daniel ainda informou que o artista penhorou equipamentos da banda com agiotas e ele retomou a carreira de Robyssão.

“Eu voltei contra minha vontade e Robyssão tinha penhorado equipamentos da banda com agiotas. Fiz gastos de investimento de 300 mil reais, além de mídia, outdoor e ele decolou novamente”, afirmou.

De acordo com as advogadas do empresário, o artista está descumprindo um acordo em que deveria pagar 50% do cachê da banda para o empresário.

“Ele pode ser surpreendido a qualquer momento porque a dívida só aumenta e a gente não consegue citar ele pelo fato dele andar se desviando da justiça de várias formas. Então a gente pediu uma liminar ao juiz para que ele bloqueasse esses valores para evitar que ilegalidade da falta de pagamento continue”, disse Sabrina Silva, uma das advogadas de Daniel Trindade.

Fonte: Bahia Noticias

Siga o Portal Alagoinhas News no Google Notícias e Instagram para receber as principais notícias do dia em primeira mão.