Brasileiro pode ter fugido de prisão nos EUA com ajuda de familiares

O brasileiro que fugiu do Presídio de Chester County, nos Estados Unidos, pode ter recebido ajuda de familiares. É o que apontam as autoridades policiais da Pensilvânia. Danilo Sousa Cavalcante, de 34 anos, foi condenado em agosto à prisão perpétua depois de matar a ex-namorada a facadas em 2021. Ele conseguiu escapar da unidade prisional na última quinta-feira (31).

Em coletiva de imprensa realizada na sexta-feira (1º), a promotora do condado firmou que esse é um fator considerado na busca. De acordo com ela, as autoridades estão em contato com pessoas próximas a a Danilo. Ainda segundo ela, caso seja confirmada a ajuda, os envolvidos também devem ser processados.

“Ele a esfaqueou fatalmente 38 vezes, em plena luz do dia, na frente de seus filhos de 4 e 7 anos. Depois, escapou e foi ajudado por familiares e amigos. A Polícia do Estado da Virgínia conseguiu prendê-lo mais tarde, no mesmo dia. Os detetives do condado de Chester conseguiram rastreá-lo e recuperaram a arma do crime”, contou a promotora Deb Ryan.

Além da morte de Débora Brandão, Cavalcante é procurado pelo homicídio de Valter Júnior Moreira dos Reis, em 2017, morto a tiros em uma praça em Figueirópolis, em Tocantins.

Fonte: Bahia Notícias

Siga o Portal Alagoinhas News no Google Notícias e Instagram para receber as principais notícias do dia em primeira mão.