Ex-prefeito de Catu é intimado a dar explicações sobre obra de praça

O ex-prefeito de Catu, no agreste baiano, Geranilson Requião (PT), foi intimado pela Polícia Federal (PF) para dar informações sobre a construção de uma praça no município. Gera, como o ex-gestor é conhecido, esteve à frente do Executivo municipal entre 2013 e 2020.

O documento foi enviado à prefeitura de Catu na última quarta-feira (4) e pede explicações sobre o porquê de a obra da Praça Aruanha não ter sido feita através de licitação. O prazo para a resposta é de 20 dias.

OUTRO LADO

Procurado pelo Bahia Notícias, o ex-prefeito declarou que ainda não foi procurado. Conforme Geranilson Requião, as obras não foram feitas com licitação porque foram executadas pelo próprio município.

“Eu ainda não recebi isso [a intimação] não. A praça foi feita com recursos próprios. Não foi feita com convênio nem licitação. Material e trabalhadores também foram da prefeitura. Nem teve empresa responsável para fazer a obra. Vez em quando alguém da oposição levanta isso”, afirmou ao Bahia Notícias.

Fonte: Bahia Notícias