Aposta do Botafogo-BA, técnico de 22 anos espera subir para a Série A do Baianão

Após demitir o treinador Lucho Nizzo, de 58 anos, o Botafogo Bonfinense resolveu apostar em um jovem de apenas 22 anos: o auxiliar Matheus Vasquez. Com uma estreia retumbante – goleada de 5 a 1 sobre o Barcelona de Ilhéus, pela Série B do Campeonato Baiano -, Vasquez deu indícios de que a aposta pode dar certo, e espera levar o clube até a Série A do estadual.

“Sou um garoto, mas tenho bastante conhecimento, pois estudo bastante e consigo aplicá-lo. Foi um momento delicado da equipe, mas conseguimos fazer uma boa partida e estamos na busca da classificação para a semifinal. O nosso objetivo é bem claro: O título e, consequentemente, o acesso. Desde o início temos buscado isso”, revelou.

Com seis pontos conquistados em quatro partidas, o Botafogo-BA ocupa a terceira colocação da Segundona. No próximo domingo (18), a equipe vai ao Barradão enfrentar o Camaçariense, pela rodada final, para tentar a classificação. Os quatro primeiros avançam à semifinal.

Essa é apenas a primeira experiência de Matheus como treinador de uma equipe principal. Até então, o profissional só havia trabalhado na base de clubes de futsal, além de auxiliar técnico e analista de desempenho da Portuguesa Santista, na Série A2 do Campeonato Paulista. O jovem recebeu o convite para continuar como auxiliar e analista no Botafogo-BA pelo ex-treinador português João Mota, juntamente do ex-diretor do clube João Marcelo.

“Foi uma responsabilidade grande. Mas nada disso teria acontecido se não fosse a confiança dos jogadores e da diretoria. Nesses três meses que estive aqui, eu sinto que consegui conquistar a confiança dos atletas”, comemora Matheus.

Fonte: Bahia Notícias

Fonte: Bahia Notícias