Trabalhadores da MS protestam na porta da Embasa em Alagoinhas cobrando salários atrasados

Na manhã desta segunda-feira feira (22/02) cerca de 80 trabalhadores (as) da empresa terceirizada MS Saneamento realizaram protesto na porta da unidade regional da Embasa em Alagoinhas.

São trabalhadores (as) que laboram em Rio Real, Entre Rios, Inhambupe, Acajutiba e cidades próximas, que se deslocaram com os próprios recursos para requerem salários atrasados desde o quinto dia útil do mês.

Eles (as) estão muito preocupados com a atual realidade trabalhista junto a MS, que desde o mês de abril de 2020, quando a mesma iniciou o presente contrato com a Embasa, que não faz o recolhimento de FGTS, além de, todo mês, pagar os salários com atrasos, trazendo sérios prejuízos emocionais e financeiros aos seus empregados (as). Continua depois da publicidade

Segundo informações desses empregados, a MS não cumpre a convenção coletiva no que diz respeito ao fornecimento de cesta básica, plano de saúde e café da manhã, que é servido aos empregados (as) sem nenhuma condição de higiene, no hall de entrada dos escritórios da empresa.

Essas situações também estão acontecendo em outros locais, a exemplo de Feira de Santana, Serrinha e Itabuna. Isso tem ocorrido com muita frequência, mostrando o caráter de precarização da mão de obra na Embasa, o que se reflete na queda da prestação dos serviços da empresa.

Fonte: Sindae