Menino de 11 anos foi acorrentado em barril por pegar comida, aponta investigação

O garoto de 11 anos que foi encontrado acorrentado em um barril na cidade de Campinas, em São Paulo, foi amarrado por pegar “comida que não era autorizado”. As informações são do UOL.

De acordo com o portal, em depoimento a à Delegacia de Defesa da Mulher, o menor informou que estava dentro do tonel a cerca de um mês porque pegou alimentos sem a permissão dos responsáveis e que o “castigo” teria acontecido no final do ano passado.

Vizinhos do garoto disseram à Polícia Civil que o menor era ativo e que sempre estava brincando na rua, mas que desde o período de Réveillon que ele não era mais visto. Além da ausência do garoto na vizinhança, moradores da região informaram que as visitas na casa da família não passavam do portão de entrada.

Na última semana, o Ministério Público solicitou o indiciamento do pai do menino por abandono intelectual, por não ter matriculado a criança em uma unidade escolar municipal ou estadual em 2020, o qual segue aguardando decisão da Justiça.

O garoto segue aguardando um parecer da Vara da Infância e Juventude sobre quais medidas serão tomadas a respeito do seu futuro.

Fonte: Varela notícias