Bahia consegue empate fora de casa, mas ainda pode entrar no Z-4

Apesar de jogar com muitas ausências no time titular, o Bahia conseguiu trazer um ponto de Minas Gerais, empatando o jogo contra o Atlético-MG na noite deste sábado (13).

Com o resultado o Tricolor de Aço chega a 38 pontos, cotinuando na 16ª posição, que pode ser alterada caso o Vasco vença a partido contra o Internacional, amanhã (14). Se a equipe carioca conseguir o triunfo, empurra o Bahia para a zona de rebaixamento.

1º tempo

O jogo começou bem agitado. Logo no primeiro minuto, Rossi ficou de cara para o gol e perdeu a chance chutando pra fora. Momentos depois foi a vez de Rodriguinho parar na zaga mineira após tentativa de dentro da área.

Após os sustos, o time comandado pelo técnico Sampaoli conseguiu reagir e aos 19 minutos Sasha abriu o placar de cabeça após cruzamento na áera. O Bahia ainda criou boas oportunidades, mas esbarrou na falta de pontaria de seus jogadores.

2º tempo

O Bahia chegou aceso para a segunda etapa e logo no primeiro minuto conseguiu igualar o placar. O Rossi foi lançado em profundidade, ganhou na corrida do zagueiro, invadiu a área e chutou forte, sem chances para Everson.

O tricolor ainda acertaria uma bola na trave em belo chute de fora da área de Elton. O jogo seguiu disputado, mas o placar não foi alterado.

O próximo desafio do time baiano no Brasileirão será fora de casa contra o Fortaleza, no sábado (20).

Ficha técnica

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 13/02/2021 (sábado)
Horário: 19h
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN), auxiliado por Vinicius Furlan e Fabio Rogerio Baesteiro (SP).
Gol: Sasha (CAM), Rossi (BAH)
Cartão amarelo: Sávio (CAM), Ronaldo (BAH)

Atlético-MG: Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Nathan (Franco) e Hyoran (Vargas); Savarino, Eduardo Sasha e Marrony (Sávio). Técnico: Jorge Sampaoli.

Bahia: Mateus Claus; Nino Paraíba, Ernando (Juninho), Lucas Fonseca e Matheus Bahia; Gregore, Ronaldo e Rodriguinho; Rossi (Luiz Felipe) (Juninho Capixaba), Gabriel Novaes (Marcelo) e Patrick (Elton). Técnico: Dado Cavalcanti.

Fonte: Varela Notícias