A Campanha Nacional de Imunização contra Poliomielite e Multivacinação foi prorrogada até 30 de novembro. A determinação, que vem do Ministério da Saúde, é fundamentada na baixa procura pela imunização, que teve índice muito abaixo da meta nacional.

A campanha de vacinação contra Pólio é voltada a crianças com idades entre 1 e 5 anos incompletos. Já para a multivacinação, o público -alvo são as crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, que terão a oferta de todas as vacinas do calendário básico de vacinação, com o objetivo de reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal. Menores de 15 anos de idade que ainda não receberam as doses da ACWY e do HPV, podem procurar o Unidade Básica de Saúde mais próxima à residência para a imunização.

Nas unidades básicas, equipes de saúde realizam também a imunização contra o sarampo para pessoas na faixa dos 20 aos 49 anos. O Ministério da Saúde também orienta a aplicação de uma dose adicional da vacina contra o sarampo em crianças de 6 meses a menores de 1 ano de idade. A medida tem como objetivo a prevenção, uma vez que a Bahia voltou a registrar casos da doença no estado.

Diante do atual cenário, as crianças de 6 a 11 meses, que recebem a “dose 0” da tríplice viral receberão a “dose 1” com mais de 12 meses de idade, respeitando o intervalo mínimo de 30 dias entre a administração da vacina. O Ministério da Saúde informará sobre a descontinuidade da dose adicional quando os municípios baianos permanecerem 90 dias sem registrar casos de sarampo.

Todas as unidades de saúde do município – que funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h e das 13h às 16h30– realizam a vacinação, obedecendo os protocolos de enfrentamento do coronavírus, a fim de evitar aglomerações.

A Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) ressalta a necessidade da vacinação na idade certa, fundamental para diminuir a incidência das doenças imunopreveníveis e combater surtos epidêmicos de doenças contagiosas que podem ser evitadas através da vacina.

Fonte: SECOM PMA