A Campanha Nacional de Imunização contra Poliomielite e Multivacinação foi prorrogada até 30 de novembro. A determinação, que vem do Ministério da Saúde, é fundamentada na baixa procura pela imunização, que teve índice muito abaixo da meta nacional.

A campanha de vacinação contra Pólio é voltada a crianças com idades entre 1 e 5 anos incompletos. Já para a multivacinação, o público -alvo são as crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, que terão a oferta de todas as vacinas do calendário básico de vacinação, com o objetivo de reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal. Menores de 15 anos de idade que ainda não receberam as doses da ACWY e do HPV, podem procurar o Unidade Básica de Saúde mais próxima à residência para a imunização.

Nas unidades básicas, equipes de saúde realizam também a imunização contra o sarampo para pessoas na faixa dos 20 aos 49 anos. O Ministério da Saúde também orienta a aplicação de uma dose adicional da vacina contra o sarampo em crianças de 6 meses a menores de 1 ano de idade. A medida tem como objetivo a prevenção, uma vez que a Bahia voltou a registrar casos da doença no estado.

Buscando o fortalecimento de políticas públicas de prevenção e enfrentamento, além de ampliar espaços de debate com a sociedade, a Prefeitura de Alagoinhas abraça a campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”.

A ação é baseada na mobilização internacional de 16 dias de ativismo promovida desde 1991 pela ONU, com início em 25 de novembro (Dia Internacional da Não Violência Contra as Mulheres), mas a fim de alertar sobre a dupla discriminação vivida pelas mulheres negras, no Brasil, o marco inicial é o 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

Em Alagoinhas, o primeiro dia da campanha foi celebrado com a divulgação, nas redes sociais oficiais da Prefeitura, de uma agenda de atividades promovidas pelo Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), na qual serão debatidas as diferentes formas de agressões sofridas por mulheres e meninas, medidas para a construção de novos padrões de comportamento, contrários ao machismo e à misoginia, entre outras pautas que merecem destaque todos os dias do ano.

Confira a agenda:


Fonte: SECOM PMA