A Prefeitura divulgou, através da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), o boletim diário com informações sobre a situação epidemiológica do novo coronavírus em Alagoinhas. Nesta quinta-feira (13), o município registrou mais 78 pacientes que evoluíram para alta, após infecção por COVID-19, e sobe, portanto, para 2.801 o número de recuperados, no município.

Segundo a Vigilância, 50 mulheres, na faixa dos 2 aos 62 anos, e 34 homens, com idade entre 11 e 83 anos, tiveram, hoje, o diagnóstico positivo para COVID-19. Todos os novos pacientes estão em monitoramento domiciliar.

Os dados divulgados revelam ainda que Alagoinhas registra 284 casos ativos da doença; essas pessoas devem manter o isolamento, porque ainda podem transmitir o vírus.

Entre os pacientes que tiveram o diagnóstico confirmado, 20 seguem internados: 5 no Hospital das Clínicas de Alagoinhas (HCA), 1 no Hospital do Subúrbio, 2 no Hospital de Campanha da Fonte Nova, 1 no Hospital Salvador, 3 no Instituto Couto Maia, 1 no Hospital de Campanha da Paralela,3 no Hospital Regional Dantas Bião, 2 no Sagrada Família, 1 no Hospital da Bahia e 1 no Hospital das Clínicas. Outras 24 pessoas aguardam resultados do Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), para onde são encaminhadas as amostras.

Os números atualizados mostram ainda que 5.427 moradores testaram negativo para COVID-19, em Alagoinhas, e 2.126 foram excluídos do monitoramento por critério de investigação clínico-epidemiológica. O município não registrou nenhum novo óbito por COVID-19 nesta quinta-feira.

A Secretaria de Saúde – que ampliou a realização de testagens, no município, com a aplicação de inquéritos epidemiológicos na zona urbana e na zona rural – reiterou que as equipes de Vigilância seguem mobilizadas, com o cumprimento, em integralidade, dos protocolos oficiais. A SESAU reforça que tem desenvolvido ações estratégicas para conter o avanço da pandemia e reduzir a curva de contágio, e a recomendação é para que as pessoas adotem as medidas preventivas peconizadas.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde – Vigilância Epidemiológica