A Câmara Municipal aprovou por unanimidade na Sessão Ordinária realizada na quinta-feira (28/5), o pedido do vereador Ozeas Menezes (Avante), Moção de Repúdio nº 011/2020, à gestão do prefeito Joaquim Neto (PSD) por escalar 56 trabalhadores da empresa MAP terceirizada da Prefeitura de Alagoinhas, para atuar na linha de frente das barreiras sanitárias no combate à pandemia da Covid-19.

O documento foi assinado pelos vereadores Pastor Lins, Gode, Luciano Sérgio, Thor de Ninha, Luciano Almeida, João Henrique Paolilo, Darlan Lucena e Ozeas Menezes.

“Estamos preocupados com esses trabalhadores, porque para atuar nas barreiras sanitárias é necessário treinamento adequado . São 56 funcionários, inicialmente profissionais de serviços gerais e cozinheiras que atuam nas escolas da rede municipal, foram convocados para atuarem nas barreiras sanitárias, sendo passível de demissão vaso não aceitassem ou não pudessem atuar, e caso os EPI’s sejam danificados, irão sofrer retaliações. As barreiras sanitárias são frente de risco. Em apenas um encontro não é possível instruir de forma adequada os profissionais e não deve funcionar à base de ameaças”, destacou o parlamentar Ozeas, em contato com o Luciano Reis Notícias.

Fonte: Luciano Reis Notícias