Ministério da Saúde declara transmissão comunitária nacional do Covid-19

O Ministério da Saúde declarou, nesta sexta-feira (20), o reconhecimento da transmissão comunitária do coronavírus (Covid-19) em todo o território nacional. Nem todas as regiões apresentam o mesmo nível de transmissão. A região norte, até o momento, tem 1,6% do total de casos do Brasil, informa o Ministério da Saúde.

Conforme a Portaria Nº 356 de 11 de março de 2020, quando uma pessoa apresentar febre, tosse, dor de garganta ou dificuldade para respirar , o médico irá prescrever o isolamento e emitir o atestado para o doente e todas as pessoas que residem no mesmo domicílio por 14 dias. “A partir de agora, os familiares de pessoas que estejam doentes, mesmo que não apresentem sintomas, também devem permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias. Elas vão receber nas unidades de saúde atestado médico”, explicou o secretário Nacional de Atenção Primária à Saúde, Erno Harzheim.

“Essa portaria é muito importante, pois reforça a necessidade de proteção das pessoas com mais de 60 anos de idade, pois são as mais vulneráveis, restringindo seus deslocamentos para realização de atividades estritamente necessárias, evitando transporte coletivo, viagens e eventos ou qualquer outra atividade com concentração próxima de pessoas. Essa é uma das ações mais importantes”, explica o secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira.

A Bahia registra 34 casos confirmados do vírus, neste último, a vítima teria supostamente contraído após ter contato com turista italiano. No Brasil, subiu para 904 o número de casos confirmados de coronavírus no brasil, de acordo com as informações repassadas pelos estados ao Ministério da Saúde nesta sexta-feira (20). Até o momento, 11 mortes estão confirmadas, sendo nove no estado de São Paulo e duas no Rio de Janeiro. Até o momento, somente o estado de Roraima não registra casos, Maranhão teve primeiro caso confirmado nesta noite (20).

Fonte: Varela Notícias