A gestão do Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas, descumpriu o acordo de regularização dos salários atrasados de todos os médicos e uma restrição de atendimento pode começar, a qualquer momento. Com a promessa de que a quitação seria cumprida, pelo IBDAH, empresa administradora, o Sindimed-BA tinha suspendido, na última sexta-feira, 1º de novembro, a restrição que estava programada para ser iniciada à zero hora do sábado, dia 2.
A mobilização está prevista em função do atraso dos salários de agosto e setembro.   No momento em que for deflagrada, serão atendidas apenas as fichas vermelhas e amarelas, referendadas pelos médicos e realizadas somente cirurgias de urgência e emergência, com suspensão das eletivas.

“É lamentável que uma empresa gestora de um hospital de referência para a região, com 450 atendimentos por dia, não cumpra as promessas em zelo à regularização do atendimento à população. Por isso, estamos tendo que retomar a mobilização”, afirma a presidente do Sindimed-BA, Dra. Ana Rita de Luna Freire Peixoto. O Dantas Bião é um Hospital ligado à Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – Sesab, gerido pela IBDAH. É referência de urgência e emergência para 16 municípios.

O atraso de salários não foi o único problema verificado pelo Sindimed-BA, mas também más condições de trabalho e problemas de infraestrutura para atender os pacientes.

“Identificamos também uma grande sobrecarga de trabalho, com apenas dois médicos clínicos por plantão e um pediatra, por exemplo. Esse subdimensionamento de profissionais, ao impactar nos atendimentos, gera inclusive um grande sofrimento para a população, acarretando extenso tempo de espera”, afirma Dra. Ana Rita.