O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi anunciado, na noite desta quarta-feira (16), pelo líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), como o novo líder do PSL na Câmara. Ele teria conseguido 27 assinaturas de sua bancada para dar o novo posto ao filho de Bolsonaro.

Acompanhado por um grupo de deputados, o Major protocolou a lista. “Acabamos de protocolar um pedido para a troca de líder do PSL. Foram 27 assinaturas. Por decisão da maioria dos deputados federais do PSL, nós indicamos o futuro líder do PSL deputado Eduardo Bolsonaro”, disse o líder do governo.

Logo depois, Eduardo fez uma declaração como novo líder do partido: “Inicialmente eu não queria ser líder mas é o nome em que tem a maior convergência dentre os deputados, e dessa maneira o meu compromisso aqui é ficar até dezembro, oportunidade em que, em princípio, nós teremos eleições no partido, para escolher o líder a partir do ano que vem”.

Os técnicos da Câmara ainda irão checar as assinaturas. Depois, a solicitação poderá ser publicada.

“A decisão foi uma decisão dos deputados do PSL, da maioria, que decidiram em função de todo o tensionamento que tem acontecido, em função dos posicionamentos do líder anterior do PSL que contrariava as orientações do governo, que colocava em dúvida a transparência do partido, que atacava membros do partido de uma maneira desmedida e que, por exemplo, colocou em xeque quase a votação da medida provisória 886, extremamente importante, com prazo apertado, com relação a orientações de obstrução. O próprio partido do presidente – que não é base do governo, é o próprio governo – orientando obstrução no painel”, acrescentou o Major.

Fonte: BNews