O adolescente de 15 anos, João Vitor Bezerra Oliveira, foi assassinado por volta das 15h30 de terça-feira (8), na Rua Medeiros Neto, no Campo do Jaime, bairro Sítio Matias, em Feira de Santana.

Segundo a polícia, ele foi morto com tiros na região lombar, cabeça, ombro, mão direita e rosto.

Ainda não há informações sobre autoria e motivação do crime. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para ser necropsiado.

Polícia prende acusado de homicídios no bairro George Américo

Policiais da Delegacia de Homicídios cumpriram, no início da manhã desta terça-feira (8), um mandado de prisão preventiva contra Regivaldo do Lago Santos, conhecido como ‘Sete’, 27 anos. Ele é acusado de praticar homicídios no bairro George Américo e adjacências e estava escondido em uma residência no bairro Gabriela.

De acordo com a polícia, Regivaldo é apontado como o autor do assassinato de Matheus Pinto das Virgens, no dia 30 de junho de 2019, na Rua Aeroporto, no bairro George Américo. No entanto, conforme investigações, Sete teria praticado pelo menos quatro homicídios na região do George Américo, como também tem passagem por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

“A principal atuação do Regivaldo, conhecido por Sete, era no bairro George Américo, mas também, em algumas situações, na Gabriela e adjacências. Área essa de cobertura da equipe do delegado Rodolfo Faro, que realizou a investigação de pelo menos quatro homicídios apontando a autoria de Regivaldo e mais um comparsa. Então concluído o homicídio no qual foi vítima o Matheus Pinto das Virgens, em 30 de junho desse ano, foi representada prisão preventiva do mesmo e deferida pela Vara do Júri de Feira de Santana. Então passou-se a investigar o paradeiro desse indivíduo e a equipe chegou à informação de que o mesmo, devido a esses homicídios no George Américo, teria se homiziado na Gabriela. Esse endereço foi levantado pela equipe e foi cumprido o mandado por volta das 5h da manhã de hoje”, relatou o delegado Fabrício Linard, titular da DH.

Segundo ele, há confirmação do envolvimento de Regivaldo em quatro homicídios, mas a polícia tem a informação de que ele está em envolvido em pelo menos oito homicídios. “Ele tem comparsas identificados, e o nosso trabalho continua tanto de provar a autoria de Regivaldo em outros homicídios, além do de Matheus, quanto de prender os comparsas. Ele se preserva a prestar informações, mas nós sabemos que a primordial causa é o tráfico de drogas, a rivalidade entre grupos opositores, que competem a área para prática do tráfico”, informou o delegado.

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.