Com foco em ampliar as discussões, em capacitar profissionais e em debater formas de enfrentamento ao suicídio, no mês da campanha nacional de prevenção, a Prefeitura, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III), convida agentes comunitários de saúde para discutir cuidados, acolhimento, formas de tratamento, diagnóstico e sintomas relacionados à ideação suicida, depressão, ansiedade, fobias, alterações de humor, compulsões e outras psicopatologias.

A programação começa com um acolhimento voltado aos profissionais, que será conduzido pelo enfermeiro Paulo Marins, e estão previstas também palestras com a psiquiatra Simone Paes, com o psicólogo Moacir Lira e com a enfermeira sanitarista do CAPS, Layla Kelly. A abertura do evento será realizada pela secretária municipal de saúde, Rosania Rabelo.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), o intuito é também ampliar discussões acerca do tema e abordar formas de enfrentamento, atentando para a necessidade de se trabalhar, em todos os âmbitos municipais, com ações preventivas.

No Brasil, 1 caso de suicídio é registrado a cada 45 minutos e profissionais da saúde enfatizam que o problema de saúde pública precisa ser debatido abertamente na sociedade para que sejam pensadas formas de prevenção.

É com a proposta de capacitar profissionais da área, de acolher, de ampliar as discussões e de sensibilizar a rede que a Secretaria Municipal de Saúde promove o encontro, direcionado aos agentes comunitários de saúde, na Casa Legislativa.

Fonte: SECOM PMA