A construção de uma praça tem dado o que falar e divide opiniões no município de Itabela, a 544 km de Salvador. Isso porque o equipamento será colocado em cima do cemitério São João Batista, que já foi desativado.

Os parentes dos mortos que ainda possuem jazigos no local, inclusive, precisam procurar a Secretaria da Administração. Segundo a Prefeitura, eles têm até o próximo dia 30 para fazer a comunicação e, depois, a remoção dos túmulos, segundo uma publicação do Diário Oficial feita no último dia 28 de agosto.

Na cidade, há quem seja a favor ou contra a obra. “Quero uma praça bem bonita na frente da casa de [minha mãe]”, disse Jeciana Santos. “Não mexam no solo sagrado, vocês irão se arrepender! Pode ter certeza que essa praça será inabitável com o que irá aparecer nela”, opinou Rafael Monteiro por meio do Facebook.

Fonte: Aratu Online