O governo de Jair Bolsonaro vai impedir a entrada de “altos funcionários do regime venezuelano” no Brasil. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (20).

Bolsonaro critica a governo de Nicolás Maduro na Venezuela.

A portaria é assinada pelos ministros dad Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. A medida entrou em vigor no momento de sua publicação.

Segundo o texto, os atos dos funcionários impedidos de ingressar no país “contrariam princípios e objetivos da Constituição Federal, atentando contra a democracia, a dignidade da pessoa humana e a prevalência dos direitos humanos”.

Fonte: bahia.ba