Os funcionários do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, fazem uma paralisação de três horas na manhã terça-feira (13), em frente ao presídio, contra ataques ao agentes penitenciários, segundo o sindicato da categoria.

Um agente penitenciário foi assassinado a tiros, na frente de um bar, na Rua Jones Melo, no bairro do Cabula VI, na sexta-feira (09). A vítima, de 32 anos, foi baleada com seis tiros em várias partes do corpo. Conforme testemunhas, a arma de trabalho da vítima teria sido roubada.

“Somos ameaçados a todo momento. Saímos de casa sem saber se vamos voltar. Queremos uma resposta”, disse um dos agentes.

A motivação e autoria do crime estão sendo investigadas pela Polícia Civil. As atividades estão programadas para serem retomadas ás 10h.

Fonte: Varela Notícias