A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou, por unanimidade, o projeto de lei do deputado Marquinho Viana (PSB), que institui o Dia da Santa Irmã Dulce dos Pobres. A comemoração anual será na data da sua canonização, declarada pelo Vaticano para 13 de outubro.

CANONIZAÇÃO

Após dois milagres serem reconhecidos, a beata receberá o título de santa no dia 13 de outubro, em Roma. Conhecida como “anjo bom da Bahia”, ela será a primeira mulher brasileira a ser canonizada pela igreja católica nesta época.

TRANSMISSÃO DA ARATU

A cerimônia celebrada pelo Papa Francisco será transmitida sob correspondência do jornalista Chico Lopes. No Vaticano, a TV Aratu fará uma série de entrevistas sobre os milagres atribuídos à santa, a trajetória de vida dela e a importância do trabalho desenvolvido para brasileiros e estrangeiros ao redor do mundo.

Fonte: Aratu Online