Um grupo ocupou a Fazenda Esmeralda, em Itapetinga, na manhã desta segunda-feira (5). A área é de propriedade da família Vieira Lima e segundo o que apurou o Metro1, os ocupantes se declaram membros da Aldeia Alto da Abobreira, das Etnias Kamakãns e Imborés.

De acordo com o site, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima confirmou a situação e disse que os advogados estão “tomando as providências cabíveis”. Já o grupo de indígenas, formado por 50 famílias, declarou que “a retomada foi feita de forma pacífica e ordeira”.

Em 2017, o imóvel foi ocupado por outros povos. Em setembro grupo de índios ocupou as terras por 14 dias e no Natal, foi a vez dos cerca de 30 índios da etnia Pataxó Hã Hã Hãe chegaram ao local – encerrando a ocupação dois dias depois, após negociação com a Polícia Militar (PM).

A Fundação Nacional do Índio (Funai) já negou que a terra seja de habitação tradicional indígena.

Fonte: Bahia Notícias