A acusação de estupro envolvendo o modelo Nájila Trindade e jogador Neymar afeta a vida escolar e pessoal dos filhos dos dois.

De acordo com o advogado da modelo, Cosme de Araújo, o filho de Nájila precisou mudar de estado por causa dos comentários que a criança escutou na escola e na rua.

Em depoimento, na última semana, o jogador disse à polícia que Davi Lucca não tem frequentado à escola porque tem sido xingado de “filho de estuprador”.

“O filho de Neymar sofreu bullying, mas o da Nájila precisou trocar de estado. Ele ficava ouvindo várias coisas sobre a mãe na escola, na rua. Ele não tem como suportar isso tudo, porque atacam muito ela com xingamentos”, afirmou ele ao bahia.ba .

A criança, que morava em São Paulo, está no Rio de Janeiro. Nájila também está no estado. A modelo, segundo o defensor, passou três dias em Ilhéus, no sul da Bahia, com os pais “para descansar”. Ela, que chegou a ser flagrada no aeroporto da cidade [veja foto], foi para o Rio de Janeiro com o advogado na segunda (17).

Celular ainda está desaparecido
O aparelho que deveria mostrar as provas contra Neymar e que deveria ser apresentado à delegacia, na terça (18), ainda está desaparecido, segundo o advogado.

“Ela não está com o celular e acha que pode ter perdido. Segundo ela, pode ter ficado no carro do ex-advogado ou em uma casa que ela esteve”, diz Araújo.

Acareação e inovação
Depois que Nájila prestou depoimento na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em São Paulo, o advogado falou que pedir acareação do caso, que é quando as partes ou testemunhas envolvidas caso se confrontam frente a frente.

“Vou peticionar, se for o caso, para se fazer uma acareação. Porque o que o povo brasileiro quer saber, o que o povo mundial quer saber é o que aconteceu entre quatro paredes”, explicou Araújo.

Fonte: Bahia.ba