Com o curta-metragem “Bluesman”, parte do seu segundo álbum, o rapper baiano Baco Exu do Blues venceu o Gran Prix do festival Cannes Lions, um dos mais importantes do mercado publicitário. O prêmio veio na categoria Entertainment for Music (entretenimento para música), que também consagrou o rapper Childish Gambino, com “This is America”.

Baco e Gambino superaram a megaprodução “Apeshit”, do casal Beyoncé e Jay-Z, que foi gravado no Museu do Louvre, em Paris. Coincidentemente, em uma das músicas de “Bluesman”, intitulada “Me desculpa Jay-Z”, Baco canta que queria ser o norte-americano e fala sobre sonhos eróticos com a cantora.

BLUESMAN

O curta-metragem que engloba três faixas do disco tem direção de Douglas Ratzlaff Bernardt e foi produzido em parceria com a Coala.lab, AKQA, Stink e 999.

Em nota, Baco comentou a importância do prêmio para o rap nacional. “Ver o rap brasileiro chegando, disputando com o rap estrangeiro e ganhando espaço entre eles é muito impactante”. “Além disso, o fato de um filme com um discurso negro, com todo elenco negro e que retrata a fragilidade e a força negra conseguir conquistar um prêmio desse tamanho sendo rap brasileiro é muito doido”.

Lançado em novembro de 2018, o filme tem 1,5 milhões de visualizações no YouTube.

Assista:

LEIA MAIS: Continuam abertas as inscrições para concurso da Marinha

Fonte: Aratu Online