Com foco em ampliar o debate sobre saúde do trabalhador e em sensibilizar a população quanto à prevenção de doenças e agravos relacionados a ocupações e processos produtivos, o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest Alagoinhas) promove, nas unidades de saúde de Alagoinhas, um projeto-piloto que leva ações educativas, dinâmicas e orientações à população.

O intuito, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), é informar a população sobre o serviço especializado na atenção à saúde dos trabalhadores, salientar as formas de prevenção e fortalecer a rede, reduzindo os fatores de risco que interferem diretamente na qualidade de vida do trabalhador.

Nesta terça-feira (11), a equipe multidisciplinar levou a ação à unidade de saúde de Alagoinhas Velha. Quem esperava atendimento médico, na recepção da unidade, recebeu também orientações sobre diagnóstico de doenças do trabalho.

“Estamos visitando as unidades de saúde com enfoque na orientação para usuários e também para profissionais da própria unidade. Então é uma ação para que a equipe que compõe o corpo técnico da unidade possa identificar possíveis riscos e também para que todos, profissionais ou usuários, saibam mais sobre o CEREST e se tornem multiplicadores de informações. É uma ação de sensibilização. A importância é o diagnóstico, a prevenção, a promoção à saúde do trabalhador. Queremos referenciar esse trabalhador e tentar, enquanto CEREST, reduzir os riscos e agravos relacionados à saúde do trabalhador”, afirmou a assistente social Cristiane Correia, que participou da iniciativa.

Segundo ela, a ação não é isolada. “Desde o mês passado, temos visitado as unidades com essa proposta. Já passamos pela USF São José do Operário, pela unidade de saúde Taizé e pela Praça Kennedy, além de Riacho da Guia. A previsão é chegar a todas as unidades de saúde”, acrescentou Cristiane Correia.

A coordenadora Ana Paula enfatizou que “o enfoque do CEREST é o trabalhador” e salientou que é preocupação do município discutir políticas de saúde que respondam aos questionamentos sobre doenças ocupacionais.

De acordo com ela, as orientações nas unidades de saúde fazem parte de um conjunto de ações da atual gestão que entende a necessidade de fortalecimento da rede em todos os espectros.

A coordenadora esclareceu ainda que o CEREST faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS) e conta com uma equipe multidisciplinar formada por médico, enfermeiro do trabalho, assistente social e fisioterapeuta para atender ao cidadão.

A SESAU informou também que o Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador de Alagoinhas abrange uma microrregião de 18 cidades para atuar em linhas de acolhimento, fiscalização, assistência, educação permanente, projetos, pesquisas e divulgação.

No município, os atendimentos do Centro de Referência Regional são realizados no Parque José Dórea, 36, e podem ser atendidos trabalhadores formais dos setores público e privado, trabalhadores autônomos, informais ou trabalhadores desempregados acometidos de doença relacionada ao trabalho anteriormente realizado. Para a consulta, é necessário apresentar documento de identidade, carteira de trabalho, cartão do SUS, atestados médicos, exames e comprovante de residência.

Fonte: SECOM PMA