Inaugurada como parte da estratégia de regionalização dos serviços de saúde na Bahia, a policlínica regional em Alagoinhas completa um ano neste sábado (8), com a marca de 80 mil atendimentos realizados. O equipamento atende a demanda de 19 municípios e, ao longo do primeiro ano de funcionamento, promoveu mais de 52 mil exames e aproximadamente 27 mil consultas.

Entre os pacientes encaminhados para a unidade, o aposentado Amadeu Oliveira, morador de Pojuca, foi atendido pela endocrinologista. “Ter essa policlínica aqui é excelente. Além da equipe, que nos trata muito bem, estou perto de casa. Antes, eu precisaria ir até Salvador, porque não encontro esse tipo de especialidade no meu município”, revelou o aposentado.

Segundo a diretora da policlínica, Adriana Maciel, a população tem a possibilidade de realizar procedimentos em até 18 especialidades. A maior oferta de consultas está na área de ginecologia e obstetrícia. Já para exames, o raio-x lidera a lista, com cerca de 10 mil procedimentos realizados desde a inauguração.

“Nesse primeiro ano de funcionamento, a gente já consegue perceber o impacto da policlínica na vida da população. Isso porque conseguimos dar mais celeridade no diagnóstico dos pacientes. Assim, encaminhamos esses pacientes para o tratamento de forma mais rápida e com maior chance de sucesso”, destacou a diretora.

A policlínica em Alagoinhas alcança cerca de 580 mil baianos, que vivem nos municípios que integram o Consórcio Público Interfederativo de Saúde da região. A unidade recebeu um investimento do Governo do Estado no valor total de R$ 23 milhões. O transporte dos pacientes entre o município de origem e a policlínica é realizado gratuitamente por 10 micro-ônibus.

Geração de empregos

Além do serviço de saúde, o equipamento é também um gerador de empregos na região. No local trabalham 103 profissionais nas mais diversas áreas. A auxiliar de serviços gerais Bárbara Santos estava desempregada há dois anos antes de começar a trabalhar na unidade.

“Essa policlínica é uma benção para todo mundo. Os pacientes chegam aqui e nem acreditam que estão vindo pra uma consulta médica. Para a gente que trabalha aqui é garantia de levar o alimento para nossa família. Sua muita grata por trabalhar aqui”, afirmou Bárbara.

Para marcar o aniversário de um ano de funcionamento, a direção da policlínica receberá os pacientes com um café da manhã junino e em clima de arrasta-pé na próxima segunda-feira (10).

Fonte: Secretaria de Comunicação – Governo da Bahia – Fotos: Jairo Gonçalves/GOVBA