Ana Maria Braga foi a convidada do programa ‘Conversa com Bial’ dessa terça-feira (4/6). Dentre os diversos assuntos tratados, a apresentadora falou também sobre relacionamento, lembrando do dia que ela criou um perfil fake no Tinder, aplicativo famoso que tem como objetivo formar casais.

“É legal aquilo. E eu não podia responder (que era eu). E aquilo começou a ficar uma coisa de doido. E tinha cada cara legal”, contou. “E como eu ia explicar o inexplicável (que era eu usando um perfil genérico)? Não podia (puxar assunto)”, completou Ana, que ainda havia contado que o que a motivou a abrir a conta no aplicativo foi a curiosidade, e que a experiência foi feita em um dia que estava visitando uma amiga.

Apesar de ter se divertido, a apresentadora conta que nada vingou, principalmente pelo receio da exposição por conta da fama. “É uma bomba atômica, né. Ai eu convido alguém para janta, ou para ir ali na praia. Aí sai, senta do meu lado, e o que pode acontecer? Acabou a vida dele. Você não tem o direito de paquerar”, lamentou.

Fonte: Aratu Online