A professora Maria José Nilda dos Santos e a técnica Iolanda Moreira estiveram, nesta sexta-feira (31) em São Paulo, na sede da Associação Nova Escola, para compartilhar os resultados experienciados em Alagoinhas, quando profissionais vieram ao interior baiano para discutir, aplicar e desenvolver planos de aula junto a alunos e professores do 1° e do 9° ano de 29 escolas municipais.

O intuito da iniciativa, que contemplou, em 2018, apenas 6 cidades brasileiras – 2 delas do estado da Bahia –, era promover o aprimoramento dos planos de aula com base em propostas interativas, levando em conta a inovação dentro da sala de aula e os métodos dinâmicos de aprendizagem.

Após um ano de trabalho, as representantes da Secretaria Municipal de Educação foram para São Paulo, a convite da Associação, compartilhar os resultados das práticas desenvolvidas nas escolas de Alagoinhas e socializaram, nesta sexta-feira, os desafios enfrentados, os conceitos de matemática abordados, as sequências de raciocínio lógico adotadas e os estímulos que geraram efeitos significativos ao processo de ensino-aprendizagem.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (SEDUC), a repercussão foi positiva e a parceria continua este ano, com formações voltadas a formas eficientes de incorporar ferramentas tecnológicas às propostas e metodologias de aprendizagem. No ano passado, as 29 escolas de Alagoinhas contempladas pelo projeto receberam um kit tecnológico com ChromeBooks, DataShow, mouse e cabos, da associação. A previsão, agora, é de que profissionais de São Paulo venham a Alagoinhas nos próximos meses para ministrar formações voltadas à utilização desses equipamentos em sala de aula.

Fonte: SECOM PMA