Tendo o atendimento humanizado e a organização como marcas, foi concluído, na manhã deste domingo (02), o Mutirão de Catarata realizado em Alagoinhas pela Secretaria Municipal de Saúde(Sesau), em parceria com a Santa Casa de Misericórdia e o Mais Saúde. A estrutura foi montada no Hospital Dia Aliança, onde uma equipe de 45 pessoas, formada por técnicos da Sesau, enfermeiros e quatro cirurgiões prestou atendimento a 130 moradores do município e região.

Maior causa de cegueira reversível do mundo, a catarata é uma doença que causa perda parcial ou total da visão, podendo deixar a vista turva ou embaçada, além de diminuir a visão noturna e causar hipersensibilidade à luz. Com a realização da cirurgia, os pacientes recuperam a qualidade de vida, podendo retomar os afazeres do dia a dia, que foram prejudicados pela doença. Para a realização do procedimento, o processo foi dividido em quatro etapas: mutirão para triagem dos pacientes, em seguida, a consulta pré-anestésica (para saber se o paciente estava apto ), cirurgias e o acompanhamento pós-operatório(revisão), realizado no domingo, na Santa Casa.

“Existem vários tipos de catarata, porém a que estamos tratando com maior freqüência é a que atinge pessoas de 50 anos ou mais, e esta é uma oportunidade única que os pacientes de Alagoinhas e região estão tendo de executar esse procedimento com excelência, sem nenhum custo. Antes, as pessoas precisavam acordar de madrugada para serem operados em outros municípios, e hoje, Alagoinhas está fazendo ao contrário. Estamos executando esses procedimentos e ainda trazendo pessoas de fora, com um sucesso enorme”, explica o Oftalmologista e membro da Diretoria da Santa Casa, Virgínio Pereira. “É importante salientar que todo o procedimento é gratuito e feito pelo SUS, e que a parceria da Secretaria de Saúde com a Santa Casa está conseguindo garantir até o processo pós-cirúrgico, que é feito através de colírio, o que não é barato, mas estamos conseguindo garantir esse tratamento”, complementa o médico.

Moacilda Torres, 68 anos, descobriu a Catarata há alguns meses e se diz aliviada com a oportunidade gerada pelo mutirão .“Serviço bom, médicos excelentes. Descobri esta doença tem pouco tempo e quando cheguei e fiz meus exames, fui bem tratada pela Santa Casa por todos os médicos e todas as estagiárias e estou muito agradecida com essa cirurgia“, disse a dona de casa. “Já tinha um ano ou mais esperando fazer essa cirurgia e agora pude fazer, o atendimento foi maravilhoso. Aqui é um lugar que a gente gostaria de estar de manhã, meio-dia e de noite pelo atendimento de vocês. Nunca vi um lugar tão bom. Agradeço a prefeitura, a Mais Saúde e à Santa Casa por poder voltar a enxergar direito”, comemora o aposentado José Felix , momentos depois de ter passado pelo procedimento.

De acordo com a secretária de Saúde, Rosania Rabelo, a ação faz parte de uma série de mutirões programados pela administração municipal com o objetivo de reduzir as listas de espera para cirurgias eletivas. “Após mais de 8 anos, Alagoinhas sedia, nesse primeiro semestre, o mutirão de catarata, com toda uma estrutura dentro do padrão exigido pela SESAB, com sala de exames de biometria, equipe técnica qualificada e ambulância à disposição dos pacientes, uma vez que a maioria já possui idade avançada. Pela portaria do Ministério da Saúde, conseguimos pactuar também com outros município e seguiremos com os mutirões de Catarata e com outras campanhas de cirurgias de eletivas como hernioplastia, histerectomia, laqueadura tubária e miomectomia “, informou a secretária.

O prefeito Joaquim neto, que acompanhou os procedimentos no domingo, ressaltou a importância da ação para absorver a demanda reprimida de cirurgias eletivas no município. “Hoje, uma das nossas maiores demandas , é com relação a procedimentos oftalmológicos e um dos meus compromissos como prefeito é zerar a fila de cirurgias de catarata em Alagoinhas”, garantiu.

Fonte: SECOM PMA