Mais um passo à frente pela Educação: Diretores e coordenadores pedagógicos de Alagoinhas participam de formação do programa “Educar pra Valer”

Após iniciarem as discussões, reflexões e constatações a partir de resultados socializados pelo programa “Educar pra Valer” com a rede municipal de ensino, na última semana, diretores e coordenadores pedagógicos participaram, nesta sexta-feira (7), de mais uma formação com foco nas atividades pedagógicas, metodologias e ações necessárias para assegurar, aos alunos matriculados, o acesso a uma educação de qualidade, que responda positivamente ao desenvolvimento pleno de habilidades e competências dos estudantes no processo de aprendizagem.

A formação, que convida os educadores para um debate sobre caminhos possíveis de avanços significativos na educação, é ministrada por profissionais do “Educar pra Valer”, que vieram do Ceará para discutir e compartilhar, com diretores e coordenadores de Alagoinhas, os caminhos possíveis para se chegar a resultados experienciados em municípios como Sobral, 2ª cidade mais desenvolvida do seu estado e líder nacional no ranking da educação básica.

“Ter esse momento de reflexão e de tomada de decisão é fundamental para que possamos trabalhar o diagnóstico que reflete a nossa rede. Não é um dado estanque, não é o dado de uma turma. São dados de uma rede e devemos nos apropriar desse diagnóstico inicial para transformar a educação na nossa cidade. O programa é uma oportunidade também de ouvir pessoas que passaram por esse processo, que viveram uma realidade semelhante, e ver, de perto, a experiência de quem participou, arregaçou as mangas, mudou a realidade da educação no seu município, no seu estado. Sabemos que Alagoinhas conta com profissionais comprometidos, qualificados, que fazem e exercem muito bem o seu trabalho, mas precisamos também nos reinventar, enxergar através das novas perspectivas, ampliar o espectro. É isso que estamos buscando e precisamos caminhar juntos”, pontuou a subsecretária municipal de educação, Keite Lima.

Para o secretário da pasta, Jean Afonso, a formação faz parte da união de esforços entre município, profissionais do programa e educadores da rede que têm, como objetivo fundamental, o aprendizado do aluno. “A preocupação primeira é o nosso estudante. E não há como chegar a esse estudante senão com quem vivencia essa realidade no ambiente escolar, junto com o aluno. É ouvindo, portanto, o nosso professor, partindo dos desafios, dos êxitos, das angústias compartilhadas por eles, dentro da sala de aula, que conseguiremos avançar. A construção é coletiva, os resultados não são imediatos, mas o legado de uma base sólida em educação é permanente”, enfatizou o gestor da secretaria.

Trazendo para a centralidade do debate temas como o papel dos gestores e da escola, o perfil do professor e a função do coordenador pedagógico, além de reflexões sobre alfabetização, os profissionais Joan Oliveira e Jocelaine Rossi, que conduziram as atividades, nesta terça-feira, propuseram, junto aos educadores de Alagoinhas, dinâmicas e discussões nos períodos matutino e vespertino.

A formação continua amanhã, quando os diretores e coordenadores dão continuidade às discussões e começam a debater os planos de ação que serão implementados no município.

“A dinâmica envolve reflexão sobre a educação do Brasil e do município, no primeiro momento, depois análise de resultados do município e, em seguida, reflexão e compartilhamento de boas experiências. Então discutimos o que pode dar certo, quais são os entraves na educação do município, o que se pode fazer para garantir que as crianças de fato aprendam e aprendam na idade certa. Há também um momento de análise de dados. Eu acredito que o maior desafio é fazer com que as ações pensadas a nível de secretaria cheguem de fato, com eficácia, à sala de aula, para os alunos. Esse caminho acaba enfrentando uma série de entraves e o intuito é evitar a descaracterização da ação. Nesse sentido, o papel de diretores escolares e coordenadores é fundamental. Os gestores escolares são aqueles que ditam o ritmo nas escolas. É o olhar do gestor, ele estar ali todos os dias, ele ser tempo, presença e exemplo para os seus funcionários e alunos, que fará a diferença”, salientou a coordenadora estadual do programa, Silvia Lima.

A formação é direcionada a profissionais do Ensino Fundamental Anos Iniciais e, segundo a equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação, a receptividade dos diretores e coordenadores tem sido positiva, com um envolvimento e comprometimento dos educadores para os quais a formação está sendo oferecida.

O ciclo de aprendizagem, que traz “A Escola na Contemporaneidade” como temática, se encerra nesta quarta-feira (8), no auditório do Plaza Hotel, e a previsão é de que novas formações sejam realizadas não apenas junto aos gestores escolares, mas também com professores da rede municipal de ensino. As datas das formações serão divulgadas pela Secretaria Municipal de Educação.

Fonte: SECOM PMA