Alagoinhas: Prefeitura promove diálogos sobre enfrentamento à violência contra a mulher na Praça do CEU

Mobilizada para pensar coletivamente estratégias de combate à violência contra a mulher e procurando incitar à criação de um espaço de debate sobre masculinidade tóxica também entre os homens, a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) promoveu, nesta quarta-feira (8), o I Diálogo do Núcleo Ampliado de Atenção ao Homem, no CRAS Praça do CEU.

O diálogo foi conduzido pelo psicólogo Natan Reis, que abordou temas como a desconstrução do machismo, saúde emocional e estereótipos de gênero, no primeiro encontro.

“A ideia é poder refletir sobre cada área, pensando caminhos e estratégias na busca da desconstrução de conceitos fixados quanto à masculinidade para que se possa combater a violência de uma forma mais efetiva. De fato, há muito que se fazer nesse trabalho com o masculino e, às vezes, o próprio homem não sabe como começar. É sempre bom reunir o grupo, ainda que pequeno, para que esses homens se identifiquem nesse local, se percebam como semelhantes, buscando também soluções juntos. O grupo tem um potencial muito forte. E o intuito é que o homem também se perceba no próprio cuidado, não só do corpo, mas das emoções. Desde muito tempo, a gente vê essa busca do homem pelo poder. Ter que provar ser mais poderoso, ser esse homem de ferro. Se você observar, até hoje em construções simbólicas de filmes, de histórias em quadrinhos, isso tem se modelado: homens mostrando sensibilidade, heróis não tão fortes, grandes e musculosos, e a própria vulnerabilidade masculina, que precisa ser olhada com mais calma e mais atenção”, afirmou Natan Reis.

Entre os participantes, a repercussão foi positiva. Vanderli Vitoriano de Oliveira, de 48 anos, aprovou a iniciativa. “No momento em que nós desenvolvemos esse tipo de encontro, abrimos possibilidades para não somente combater, mas minimizar, tratar essas questões e encarar como uma realidade que precisa ser superada. Também através desses encontros, adquirimos outros conhecimentos e multiplicamos o debate sobre a igualdade de direitos, independente do gênero”, enfatizou.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) informou que novos encontros serão promovidos periodicamente entre o grupo e salientou que o enfrentamento e o combate à violência são lutas diárias que integram propostas dos programas desenvolvidos pela Administração Municipal.

Fonte: SECOM PMA