Mulher mata a filha com 15 facadas ao suspeitar que ela estivesse fazendo sexo

Uma mulher matou a própria filha para “evitar que a menina fizesse sexo com outros homens”. O caso aconteceu no último domingo (10), no condado de Orange, Flórida, Estados Unidos, e chocou a população local.

De acordo com a polícia, a acusada disse que a garota de 11 anos estava “sorrindo de modo diferente”. Por conta disso, a mulher de 28 golpeou a criança com uma faca repetidamente. A vítima apresentava pelo menos 15 cortes e não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas que presenciaram a discussão afirmam que a menina negava ter feito sexo. Na delegacia, a mãe disse aos policiais que “a filha agora está no paraíso”.

Fonte: Bahia.ba