Igor Kannário pode perder mandato após pedido de major da PM; entenda

Na manhã desta terça-feira (12/3), o major da Polícia Militar, Copérnico da Silva Mota, que também é presidente da Associação dos Oficiais Militares Estaduais da Bahia – Força Invicta, protocolou, junto ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, representação para verificação da quebra de decoro parlamentar contra o democrata baiano Igor Kannário.

Segundo o Força Intacta, a iniciativa partiu de uma demanda dos oficiais da Polícia Militar do Estado da Bahia depois que o artista desfilou dois dias no Carnaval de Salvador com um figurino que fazia referência a uma facção criminosa da capital baiana.

Nas ombreiras da vestimenta estava gravado a frase “Comando da Paz”.

Fonte: Aratu Online