Bolsonaro minimiza foto ao lado de ex-PM acusado de matar Marielle

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comentou a prisão dos dois suspeitos de terem matado a vereadora Marielle Franco, no Rio de Janeiro. Bolsonaro conversou com a imprensa após uma reunião bilateral com o presidente do Paraguai, Mario Abdo, no Palácio do Planalto.

“É possível que tenha um mandante […] Espero que realmente a apuração tenha chegado de fato a quem foram os executores, se é que foram eles, e a quem mandou matar”, falou.

Ele também minimizou uma foto em que aparece ao lado de um dos presos na operação desta terça-feira (12). “Eu tenho foto com milhares de policiais civis e militares, com milhares, do Brasil todo”, falou.

Nesta terça, foram presos o policial militar reformado Ronnie Lessa, 48 anos, e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos. Eles são apontados como suspeitos pelos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Fonte: Bahia.ba