Um mês após crime, suspeito de matar filho de PM em Feira segue foragido e família pede justiça - Portal Alagoinhas News - Notícias de Alagoinhas e Região

Post Top Ad

domingo, janeiro 27, 2019

Um mês após crime, suspeito de matar filho de PM em Feira segue foragido e família pede justiça



Com mais de um mês desde o crime, o suspeito de matar o filho de uma policial militar da 65ª Companhia Independente da Polícia Miliar (CIPM), em Feira de Santana, segue foragido da Justiça. Luis Fernando Santos de Jesus, conhecido como Kikinho, é apontado como autor dos disparos que ceifaram a vida de Wilker Correia da Costa, de 24 anos, no último dia 16 de dezembro, mas até o momento não foi encontrado pela polícia.

Familiares da vítima entraram em contato com a reportagem do BNews nesta terça-feira (22) e apelam por justiça. "A gente precisa que seja feita justiça, pois ele matou Wilker e segue foragido. Até agora, nada foi feito", afirmou um parente que preferiu não se identificar.

Wilker foi morto a tiros enquanto trabalhava como segurança em um bar na Avenida Fraga Maia, em Feira de Santana, após uma discussão com o suspeito, que juntamente com um grupo de pessoas queria deixar o local sem pagar a conta. Imagens das câmeras de segurança do estabelecimento registraram o momento em que um homem chega correndo atira contra a vítima e foge. O estudante de direito foi alvejado no pescoço e no tórax, e não resistiu aos ferimentos.

Após a polícia analisar as imagens, foram iniciadas as investigações e o suspeito foi identificado apenas quatro dias depois do crime. A informação foi confirmada na época pelo  delegado Fabrício Linard, titular da Delegacia de Homicídios, que chegou a revelar outras passagens do acusado pela polícia, por roubo em Saubara e por porte ilegal de arma de fogo em Feira.

Nesta terça-feira, a reportagem procurou a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), que através do coordenador regional de Polícia Civil em Feira de Santana (1ª Coorpin), Roberto Leal, confirmou que o suspeito ainda segue foragido e com prisão preventiva decretada.

Fonte: BNews
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Alagoinhas News.

Post Bottom Ad