Empresário confessa assassinato de motorista de aplicativo por ela negar sexo - Portal Alagoinhas News – Últimas Notícias de Alagoinhas-BA e Região

Post Top Ad

sexta-feira, janeiro 25, 2019

Empresário confessa assassinato de motorista de aplicativo por ela negar sexo

Um empresário foi preso sob suspeita de ter assassinado uma motorista de aplicativo, na cidade de Aparecida de Goiânia, em Goiás. Nesta quarta-feira (23), o homem confessou o crime e disse ter matado Vanusa da Cunha Ferreira, 36 anos, após ela ter negado sexo a ele depois da corrida. De acordo com a polícia, o suspeito ainda teria abusado da vítima após a morte.

Segundo a delegada Mayana Rezende, responsável pelo caso, o homem disse em depoimento que os dois estavam no carro, ele tinha achado que tinha “pintado um clima” e começado a abraçá-la e fazer brincadeiras.

A mulher, então, negou e disse que ela tinha outra orientação sexual. Apesar disso, o homem decidiu estuprá-la. Ela tentou fugir, caiu, bateu a cabeça e acabou perdendo os sentidos. Ainda conforme a delegada, ele ainda bateu a cabeça da vítima no chão, mesmo após a queda.

“Eu tirei a roupa, cheguei a fazer algumas coisas, mas não completei o ato. Foi uma fatalidade, errei e quero pagar. Me arrependo do que fiz”, afirmou o suspeito entrevista à imprensa.

O crime aconteceu na madrugada do último sábado (19) e o corpo da motorista foi encontrado no bairro Jardim Copacabana, na noite de domingo (20). No dia seguinte, o suspeito foi preso.

O empresário deve responder pelo crime de homicídio qualificado, estupro e vilipêndio de cadáver. O suspeito já tem cinco passagens pela polícia e todos os crimes foram cometidos contra mulheres.

Fonte: Varela Notícias
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Alagoinhas News.

Post Bottom Ad