Adolescente é apreendido com máquina de cartão utilizada para vender drogas, em Feira - Portal Alagoinhas News – Últimas Notícias de Alagoinhas-BA e Região

Post Top Ad

sexta-feira, janeiro 25, 2019

Adolescente é apreendido com máquina de cartão utilizada para vender drogas, em Feira

Um adolescente de 15 anos foi apreendido ao ser flagrado atuando para o tráfico de drogas no Jardim Sucupira, em Feira de Santana, na manhã desta última quarta-feira (23/1). Com ele foi encontrada uma porção de maconha. No entanto, a grande surpresa da polícia foi encontrar uma máquina de cartão de créditos, que era utilizada para venda de entorpecentes.

O tenente Monte Nero, da 65ª Companhia Independente (CIPM), que comandou a apreensão, informou que após denúncias anônimas sobre tráfico de drogas, os policiais foram verificar e perceberam o menor em atitude suspeita e que tentou se esconder, mas foi alcançado com uma quantidade de droga.

 “Ao fazer a abordagem encontramos quase 200 gramas de maconha prensada e uma embalagem que a gente conhece como típica da droga prensada. Perguntamos a origem, ele negou, mas no momento em que encontramos a droga, nós perguntamos a origem e mais detalhes da droga ele confessou que vendia, comercializava na venda de cartão de crédito e débito. A gente não acreditou, achou que era algum tipo de piada, de pegadinha, não é possível, e aí nos deslocamos com ele, com autorização dele até a residência, e logo na entrada, por trás da porta, próximo à sala, já tinha uma maquineta de cartão. Ele disse que não estava funcionando, nós ligamos a máquina e estava totalmente carregada e a última transação tinha sido feita 15 minutos antes da nossa chegada, o que mostra que já vinha vendendo há algum tempo, e não só aqui. Uma das últimas vendas que ele fez foi na praia de Cabuçu”, detalhou o tenente.

Durante a operação, a PM apreendeu mais de 10 cartões diversos, que o adolescente alegou que encontrou na rua, uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e até um cartão do Bolsa Família. Também foram encontradas 13 munições de diversos calibres.

A polícia acredita que os cartões e documentos podem ser de clientes e o tenente suspeita que as munições são indícios de que existe arma, mas nenhuma foi localizada.

Fonte: Aratu Online
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Alagoinhas News.

Post Bottom Ad