Desgaste em ponte na BR-101 põe em risco 5 mil motoristas por dia na Bahia - Portal Alagoinhas News - Notícias de Alagoinhas - Bahia e Região

Post Top Ad

segunda-feira, dezembro 03, 2018

Desgaste em ponte na BR-101 põe em risco 5 mil motoristas por dia na Bahia

A deterioração das estruturas que sustentam a ponte sobre o rio Jequitinhonha, a seis quilômetros de Itapebi, no Extremo Sul da Bahia, tem deixado a população local em alerta. As estruturas metálicas que sustentam as pilastras de concreto estão se desfazendo aos poucos, devido à ação do tempo, e apresentam visível sinal de desgaste.

Boa parte do concreto que envolvia as estruturas metálicas já não existe mais e dá para ver placas de ferro se soltando e pequenos buracos de até 4 centímetros. Na parte de cima, há partes da mureta da ponte que estão quebradas, devido a acidentes, e os bueiros, por onde escorrem água da chuva, entupidos.

Imagens gravadas em dias de chuva mostram a parte de cima da ponte alagada, tornando impossível a visão e levando risco aos motoristas que trafegam no local.

Mais conhecido como Peba, o gestor disse que o entupimento se dá por causa da água misturada com cascalho de estrada de fazendas próximas que escorre para a ponte.

“Tenho visitado quase toda semana a ponte para ver se ela oferece riscos maiores. A falta de manutenção da ponte deixou todo mundo preocupado”, afirmou o prefeito.

A situação se torna ainda mais preocupante porque a ponte, inaugurada em 1957 e que fica na BR-101, foi construída para suportar caminhões com até 45 toneladas.

Contudo, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), é comum passar pela ponte caminhões com mais de 70 toneladas e já houve flagra de até 100 toneladas. Por ficar na BR-101, uma das rodovias federais mais movimentadas da Bahia, a ponte recebe tráfego diário médio de 5 mil veículos, segundo informações da PRF.

A última intervenção na estrutura da ponte, que tem 20 metros de altura e 511 metros de vão, foi em junho de 2010, para reparar um buraco em uma das 220 lajes. Em 2005, também houve recuperação de lajes. Manutenção geral, no entanto, só houve na década de 1980, quando a ponte passou por uma reestruturação.

O último acidente grave foi em 7 de novembro de 2014, quando sete pessoas morreram e 24 ficaram feridas na queda de um ônibus da Viação Rota. Entes públicos e representantes da sociedade civil têm se mobilizado nos últimos dias para que o Departamento de Infraestrutura de Trânsito (Dnit) tome providências.

Em 2014, o órgão chegou a abrir licitação para obra de manutenção na ponte, mas devido ao desinteresse de empreiteiras terminou sem nenhum interessado. Segundo a diretora do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) na Bahia, Karen Melo, o custo da obra hoje deve ser bem maior que o previsto em 2014.

Presidente da Associenge (uma associação de engenheiros e técnicos) na Costa do Descobrimento, a engenheira Onimarcia Nascimento disse que está preocupada. “Pelas fotos, vemos que há necessidade de intervenção na ponte, mas só o Dnit é quem pode afirmar se a ponte oferece riscos ou não”, comentou.

A Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Eunápolis oficiou o Dnit para realizar laudo sobre a ponte, mas isso ainda não tem previsão de quando será feito. “A sociedade precisa saber, de fato, qual a segurança dessa ponte”, disse o advogado Tiago Giuberti Suaid, presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB de Eunápolis.

O Dnit não respondeu aos questionamentos do CORREIO sobre se a ponte oferece riscos e quando foi feito o último laudo relativo a ponte.

De acordo com o órgão federal, a licitação para a obra de manutenção ocorrerá em dezembro deste ano, mas não há previsão do que será feito caso se repita de nenhuma empreiteira demonstrar interesse no serviço.

Fonte: Correio
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Alagoinhas News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Post Bottom Ad