Alagoinhas: Prefeitura entrega novas instalações da Vigilância em Saúde e CAPS III Tom Brasil - Portal Alagoinhas News - Notícias de Alagoinhas e Região

Post Top Ad

sexta-feira, dezembro 21, 2018

Alagoinhas: Prefeitura entrega novas instalações da Vigilância em Saúde e CAPS III Tom Brasil

Depois de reinaugurar o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do Parque Floresta, na manhã desta quarta-feira (19), a Prefeitura entregou, às 16h, as novas instalações que abrigarão os serviços da Vigilância em Saúde do município.

O prédio, que há anos aguardava por uma reforma, foi totalmente requalificado pela Administração Pública Municipal, que investiu mais de R$ 183 mil reais de recursos próprios para garantir uma estrutura adequada, com instalações elétricas, novas salas e ambientes climatizados para abrigar o serviço.

A Vigilância em Saúde (VISAU) – que engloba controle de zoonoses, epidemiologia e regulação sanitária – conta agora com salas separadas para vacinação infantil e adulto, espaço para coleta de exames e testes diagnósticos rápidos, consultórios de enfermagem, sala para administração de medicamentos e depósito central de vacinas.

O prédio de 2 andares foi totalmente reestruturado pela gestão, em mais uma iniciativa que prioriza a cobertura em saúde.

“Aquele prédio, que é importante, central, ao longo dos anos, foi se deteriorando, com problemas de estrutura. Praticamente foi uma reconstrução, com recursos próprios do município. Há muito o que se fazer, mas, nesse curto espaço de tempo em que estivemos à frente da gestão, não descansamos sequer um dia para que essas ações pudessem ser efetivadas”, enfatizou Moacir Lira.

A diretora da Vigilância, Catarina Dantas, ressaltou que a obra era muito aguardada pelos profissionais do setor. Ela enfatizou que, enquanto órgão fiscalizatório destinado à promoção da saúde, a Vigilância deve oferecer, ao usuário, um espaço que contemple as necessidades do serviço prestado.

A coordenadora da Vigilância Sanitária, Jaqueline Santana, falou sobre a importância do investimento e avaliou positivamente a iniciativa. “Trabalho na VISAU desde 2001 e, depois de 17 anos trabalhando, de aluguel em aluguel, de um local para outro, temos hoje uma grande com um sonho realizado”, acrescentou.

O prefeito Joaquim Neto relembrou o período em que o prédio abrigava outras estruturas, discursou sobre as mudanças efetivas que têm sido realizadas e aproveitou a oportunidade para anunciar a reforma também do espaço de endemias, anexo à área requalificada da VISAU.

“Estou muito feliz com mais essa entrega. O intuito é que as pessoas da nossa cidade tenham um local mais confortável e mais digno de se trabalhar. E, com essa solenidade, autorizo oficialmente a reforma do setor de endemias. Sou do tempo em que ali, onde ficam os agentes de endemias, era uma rodoviária. Desde que eu assumi, estamos requalificando as estruturas, inclusive de todo o centro de Alagoinhas. Fizemos um novo asfalto, um novo terminal coletivo, estive essa semana com o diretor do Hemoba, conversando sobre esse prédio antigo do Hemoba, e vamos fazer mais. Vamos abrir esse calçadão, vamos inaugurar a estação de transbordo, vamos asfaltar aqui na frente, então vai ser mais um local de mobilidade, com um equipamento de qualidade para a população”, garantiu o gestor.

Segundo ele, as intervenções feitas no local devem aprimorar o atendimento em um espaço mais amplo, com melhor infraestrutura e fácil acesso à população.

A SESAU destacou que a VISAU lida diariamente com prevenção e controle de doenças transmissíveis, verificação de fatores de risco, saúde ambiental, saúde do trabalhador e análises de situações de saúde e enfatizou a importância do órgão e o comprometimento dos profissionais que prestam diariamente estes serviços.

A 2ª etapa das obras, com a requalificação do prédio que abriga o setor de endemias, deve ser entregue já no primeiro semestre de 2019.

Prefeitura realiza a requalificação total do CAPS III Tom Brasil


A Prefeitura de Alagoinhas reinaugurou, na manhã desta quarta-feira (19), o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III) Tom Brasil, completamente requalificado pela Administração Pública Municipal.

Com novas salas, farmácia, leitos, conforto de enfermagem, guarita, consultórios e melhorias na estrutura física, a unidade do Parque Floresta recebeu um investimento de mais de R$ 146 mil reais e contou com uma emenda do deputado Irmão Lázaro no valor de R$ 250 mil para a aquisição de materiais e equipamentos permanentes.

No total, foram realizadas revisão elétrica, manutenção, troca de forro, adequações do telhado e pintura, que devem beneficiar cerca de 3 mil usuários em Alagoinhas.

Além da requalificação, a Secretaria de Saúde entregou ao CAPS III, nesta quarta-feira, um veículo tipo passeio que deve fortalecer o serviço, contribuindo para a realização de visitas domiciliares.

“Todos os equipamentos e reformas, não apenas a do CAPS – e do CAPS posso falar de perto, porque sou profissional de lá – vêm com a perspectiva de proporcionar uma assistência de qualidade à população. É uma entrega que nos traz muita satisfação, porque, na saúde mental, eu iniciei minha vida profissional em Alagoinhas, desde 2000, 2001. O CAPS, especificamente, data de 2003, então estamos fazendo 15 anos. Esse CAPS talvez seja um dos únicos, em todo o país, que de fato leva o nome de um usuário, Tom Brasil, um escritor de poesias, assíduo frequentador desse serviço, que merece todas as nossas homenagens. As adequações de espaços para atendimentos visam justamente melhorar o atendimento a esses usuários. É esse o nosso intuito. O afetivo é o efetivo na vida. E eu digo sempre que a saúde se produz nos encontros”, destacou Moacir Lira, secretário municipal de saúde.

O prefeito Joaquim Neto enfatizou que a saúde é prioridade na gestão pública e ressaltou que o investimento nas estruturas é fundamental para garantir um atendimento qualificado à população. “Saúde é um trabalho ininterrupto, 24 horas por dia, e parabenizo os profissionais e as equipes que atuam na rede”, afirmou.

Valeska Oliveira, coordenadora do CAPS Tom Brasil, falou sobre a resiliência da equipe, que perdeu um enfermeiro esta semana, vítima de um acidente, e os profissionais do setor prestaram suas homenagens ao colega. “Todo mundo contribuiu com o seu melhor para que tudo isso pudesse acontecer”, pontuou.

Rita Leal, representante dos usuários do CAPS, chamou a atenção para a dedicação dos profissionais do setor e avaliou positivamente a iniciativa. “Isso, para nós, é tudo. Estávamos precisando de salas e agora temos isso. Temos um ambiente limpo, todo pintado. Tudo isso, que a gente reclamava, agora está novinho. É muito importante ter esse espaço. Eu mesma tenho um problema muito complicado, difícil de ser detectado, mas a médica daqui descobriu, conseguiu a medicação correta e agora eu estou bem. Nós, usuários, agradecemos”, declarou.

A vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Ana Lopes, e Guaciara Ramos, da Comissão de Ética do Conselho de Saúde, destacaram a importância da fiscalização e do controle social, fundamentais para os avanços em saúde.

Também estiveram na solenidade de entrega da nova estrutura o vereador José Cleto, representando a Câmara Municipal, e Juracy Nascimento.

A SESAU informou que as intervenções junto ao CAPS não se encerram com a revitalização do espaço e comunicou que o serviço do Centro de Atenção Psicossocial funciona com 5 leitos de plantão, com acolhimento diário e também noturno, atendendo à população de referência com transtornos mentais severos e persistentes. O encaminhamento pode ser feito por meio das unidades de saúde ou por demanda espontânea.

Fonte: SECOM PMA
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Alagoinhas News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Post Bottom Ad