Salvador: Discussão entre estudantes da UFBA por divergência política tem ameaça de morte e polícia envolvida - Portal Alagoinhas News - Notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Post Top Ad

quinta-feira, outubro 11, 2018

Salvador: Discussão entre estudantes da UFBA por divergência política tem ameaça de morte e polícia envolvida

Com poucos dias após o resultado do primeiro turno das eleições, o clima no país é de uma polarização política. Diversos casos de violência e agressividade por conta disto estão tomando conta das redes sociais e imprensa desde o último domingo (7), dia das eleições.

Na manhã desta quarta-feira (10), mais uma situação entra para essa lista de confusões causadas por posicionamentos políticos. O fato aconteceu na Universidade Federal da Bahia, campus de São Lázaro, onde um aluno teria ameaçado um outro estudante de morte, após este ter feito convite para um assembléia em sala de aula.

De acordo com uma estudante do curso de psicologia da unidade, a Polícia Militar foi acionada pelo próprio autor das ameaças, que teria entrado no campus e encaminhado os dois à delegacia. “Entrou um cara para falar sobre questões políticas, pessoas que estão morrendo e sendo espancadas na sala de História. Daí, outro rapaz que estava na sala, que é eleitor de Bolsonaro, começou a gritar, ameaçar ele de morte, dizer que o dele estava guardado e chamou a polícia”.

Após toda a situação, todas as aulas da unidade foram interrompidas e os estudantes se reuniram em um patio do prédio, conhecido como Praça do Raul, para esclarecerem a situação, discutir sobre a atuação da PM e pensar em estratégias para o cenário político do antipetismo.

Ainda segundo informações da estudante. durante a mobilização dos alunos, o membros do colegiado do curso de História mediaram parte do espaço. Informações de uma outra estudante afirma que a diretora do campus de São Lázaro, Maria Hilda, acompanhou os dois envolvidos até a delegacia.

A reportagem do Varela Notícias tentou contato com o colegiado do curso de História e com a diretora Maria Hilda, mas não pôde receber informações devido à ausência das responsáveis. A equipe também contactou a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), que afirmou que uma guarnição da 41ª CIPM (Federação) foi acionada por um estudante da Ufba que se sentiu ameaçado por um colega, após discussão por preferência política.

Ele foram encaminhados à Delegacia do Rio Vermelho onde foram ouvidos, liberados e uma nova data foi marcada para dar prosseguimento ao caso. Em nota, a SSP afirmou ainda que a diretoria da Ufba elogiou a postura dos PMs, diante a tentativa de resolução e mediação do conflito.

Fonte: Varela Notícias
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Alagoinhas News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Post Bottom Ad