Traficante que atuava como advogado é preso em Salvador - Portal Alagoinhas News - Notícias de Alagoinhas - Bahia e Região

Post Top Ad

segunda-feira, agosto 06, 2018

Traficante que atuava como advogado é preso em Salvador

Parece enredo de novela, mas não é. O traficante carioca Anderson Luiz Moreira da Costa, foi preso na noite de última segunda-feira (30) no restaurante do qual era dono, localizado no Pelourinho. Mas a história não acaba por aí.

Segundo o Correio, o traficante, que esta foragido da justiça do Rio De Janeiro, está escondido há dez anos em Salvador e responde pelos crimes de tráfico de drogas, latrocínio (roubo seguido de morte) e porte ilegal de armas. O traficante assumiu em Salvador a falsa identidade de Adson Moreira de Menezes através de documentos falsificados.

Ainda de acordo com o Correio, apesar de todo o histórico criminal, o falso Adson se formou em direito na Faculdade Dois de Julho, passou no exame da Ordem de Advogados do Brasil (OAB) e se preparava para dar aulas após concluir uma pós-graduação em Ciências Criminais.

Além disso, durante o período em que concluía o ensino superior, 'Adson' também foi aprovado em concurso público para ser estagiário em uma penitenciária baiana. Ele também tornou-se dono, junto com a mãe, de uma restaurante no Pelourinho, abriu uma loja de instrumentos musicais e uma loja de peças para motos.

A faculdade Dois de Julho informou ao Correio que 'Adson' apresentou todos os documentos necessários para a matrícula, como identidade, título de eleitor e atestado de alistamento. Além disso, ele considerado bom aluno e só tirava notas como 8, 9 ou 10.

Já a OAB enviou uma nota ao Correio afirma que “consta no Cadastro Nacional dos Advogados (CNA/OAB) a inscrição do advogado Adson Moreira de Menezes, com o número 37675. O mesmo ingressou na OAB-BA como advogado em outubro de 2012”.

A nota informa ainda que “o Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-BA, por sua vez, não foi notificado por nenhuma autoridade em relação a uma suposta ligação do advogado com o uso de documento falso”.

Fonte: Aratu Online
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Alagoinhas News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Post Bottom Ad