Atlético de Alagoinhas é campeão da série B mais e a prestação de contas como irá ficar?

Todos nós sabemos a boa fase que viveu o nosso Atlético de Alagoinhas neste ano de 2018, Campeão e com uma das melhores campanhas em sua história no Campeonato Baiano da série B, com um aproveitamento de 60%.

O Atlético também possuí o maior público do campeonato, totalizando mais de 18 mil pessoas, uma média de quase 4 mil por partida, de acordo com a FBF. Segundo um dirigente do clube, Edson afirmou que o Atlético possuí a maior folha de pagamento do campeonato, cerca de 200 mil por mês.

Nada melhor de ter de presente com o alto investimento, o título de campeão, diante do PFC Cajazeiras, que foi decidido no Carneirão, neste sábado (26/5), ás 16 horas, junto com a sua torcida, para este último jogo, foram colocados 6,200 ingressos á venda, sendo um total de mais de 8 mil pessoas, e muita gente em volta do estádio, lembrando que todos os ingressos foram vendidos, e mulheres e crianças não pagaram durante o campeonato.

A procura de ingressos foi grande / Foto: Atlético de Alagoinhas
O Carneirão ferveu, foi uma verdadeira festa com direito a fogos, os portões do gramado foram abertos e teve trio elétrico dando uma volta olímpica junto com os atleticanos e atleticanas presente no estádio, mais da onde vem toda receita que custeia o Atlético? e a transparência do clube como fica? Como irá ficar a prestação de contas? Estamos de olho ás contas do clube, De acordo com o site do Atlético, o mesmo possuí 19 patrocinadores dentre eles, alguns parceiros.

Nesta quarta-feira (23), Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) decidiu que o ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), terá que devolver R$ 180 mil aos cofres da cidade. O TCM considerou irregular a prestação de contas de recursos repassados pela gestão do petista ao Camaçari Futebol Clube, no exercício de 2006. 

Ainda de acordo com o TCM, Apesar de o caso ser antigo, atualmente alguns clubes e prefeituras seguem com a prática considerada irregular pelo TCM. São os casos do Atlético de Alagoinhas, que é bancado pela prefeitura do município e do Conquista Futebol Clube, que disputou a mesma competição com aporte  financeiro da prefeitura de Vitória da Conquista. Este último, inclusive, alega que deve parte dos salários aos atletas devido ao não pagamento da última parcela do convênio pela prefeitura.

Ainda segundo o presidente do clube, “Isso é coisa que não diz respeito à imprensa, é do clube”. Fica nas mãos do Conselho Fiscal, onde tem gente sana, correta e a quem cabe fiscalizar, disse Raimundo Queiroz em um site recentemente.

O último ano em que o Carcará disputou a série A do Baianão, foi em 2013, quando foi rebaixado, em 2019 queremos ver o nosso Atlético firme e forte na Elite do campeonato.


Parabéns Alagoinhas Atlético Clube e a todos que acreditaram e fizeram o clube renascer! Campeão Baiano da Série B – 2018


Estádio

Todos que estavam presente presenciaram a faixa da Prefeitura no lado interditado do estádio, “Interditada há 20 anos, em breve reabriremos!”, a afirmação foi vista também por aqueles que estavam vendos as transmissões ao vivo, esse “Breve” não sabemos quando será, mais possamos tá vivo para ver tal obra e suprimir toda a capacidade do Carneirão.

Acesso a pessoas com deficiência



Um acesso a pessoas com deficiências foi construído, ao lado da Bilheteria, agora as pessoas com deficiência tem acesso especial, pena que só foi construído na final.


A fila foi grande



Para quem deixou para entrar no estádio de última hora, passou mal, a fila tava dando volta na Praça Mario Laert e chegou até o ponto de Fiscalização elêtronica.

Teve até operação tapa buraco


Os buracos e limpeza ao redor do Carneirão também teve atenção especial, na manhã da sexta-feira (25/5), uma equipe da SECIN estava presente no local tapando os buracos.

Redação e fotos do Portal Alagoinhas News