Vereadora diz que “bando” New Hit debocha do caso de estupro

Vice-presidente da Comissão dos Direitos da Mulher, a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) discursou na tarde desta quarta-feira (20) e se solidarizou com as jovens envolvidas no caso do suposto estupro envolvendo integrantes da Banda New Hit, no município de Rui Barbosa, interior da Bahia.

“Todas as mulheres e os homens de bem querem que seja feita a justiça. Com certeza, a juíza Márcia Simões deve ter solicitado o adiamento do julgamento para novembro por motivos técnicos. É uma juíza conceituada e séria e que ficou sensibilizada com o caso. Acho que essa Casa tem que aprovar uma moção pedindo celeridade no julgamento deste caso”, declarou Aladilce Souza.

A vereadora comunista demonstrou indignação com o que considerou “deboche” dos integrantes da banda ao “caso de violência contra a mulher”.

 “Não podemos assistir o prolongamento deste sofrimento dessas jovens e do outro lado o deboche em que a banda, ou melhor, ‘do bando’ chamado New Hit, que diz na imprensa que o que era ruim ficou bom e que agora estão fazendo mais sucesso. Esse pensamento de impunidade e de que tudo pode ser feito nós precisamos nos movimentar no sentido de proibir. A Justiça que tarda não é Justiça”, disparou Aladilce. 


Por: Marivaldo Filho
Siga o Portal Alagoinhas News no Google Notícias e Instagram para receber as principais notícias do dia em primeira mão.