Virgem do leilão será processada por empresário

Por essa, Ingrid Migliorini, a brasileira que leiloou
a virgindade, não esperava. Segundo a coluna Outro
Canal, da Folha de S. Paulo, o empresário Oscar Maroni,
dono da famosa casa paulistana Bahamas, vai processá-la
por ela ter negado que passou uma noite com ele em 2010.
Maroni teria um dossiê em que comprova que os dois deram
entrada em um hotel, local onde ele alega ter tido um
contato íntimo com Ingrid. Ele alega também que a jovem,
na ocasião, teria oferecido a ele a virgindade por R$
150 mil. Ingrid rebate as acusações de Maroni e também
vai processá-lo por calúnia, injúria e difamação. “Ele
quer usar meu momento para aparecer.”, afirma,
ressaltando que não passou a noite com Maroni. Se os
dois ficaram juntos, com certeza passaram a noite
conversando, já que um laudo médico confirmou que Ingrid
continua virgem. Enquanto isso, o japonês que ganhou o
leilão, e vai pagar US$ 750 mil (cerca de R$ 1,5
milhão), espera pacientemente pelo dia em que Ingrid se
sentirá à vontade para cumprir a parte dela no acordo,
já que o dinheiro dele já está disponível em uma conta.



Fonte: A Tarde

Siga o Portal Alagoinhas News no Google Notícias e Instagram para receber as principais notícias do dia em primeira mão.