Preso pedreiro que matou ex-mulher com 11 facadas

Em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, investigadores da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha) prenderam, na terça-feira (8), o pedreiro Rondinei da Silva Ramos, de 39 anos, acusado de matar, com 11 golpes de faca, a ex-mulher Maria de Lourdes Mota Junqueira, de 33 anos. O crime ocorreu no dia 29 de dezembro de 2012, por volta das 5 horas da manhã, na residência do casal, no bairro da Santa, em Serrinha.

Inconformado com o fim da relação, que ocorrera em novembro, e desconfiado de que havia sido traído, Rondinei procurou a ex-mulher para propor uma retomada do casamento, mas diante da resistência ao pedido acabou cometendo o crime às vésperas do fim do ano. Vizinhos ouviram os gritos de socorro da vítima e viram quando ele saiu da casa correndo, com uma faca nas mãos, que estavam ensanguentadas. Maria de Lourdes morreu na hora.

Depois do crime, o pedreiro se dirigiu para a estrada que liga Serrinha a Feira de Santana em busca de carona. Às pessoas que viam suas roupas ensanguentadas informava que acabara de matar um porco e, por isso, estava sujo daquela maneira. De Feira seguiu para Salvador, onde permaneceu perambulando pela cidade, retornando esta semana para Serrinha.

Rondinei compareceu à delegacia local acompanhado de um advogado e confessou o assassinato, revelando que jogou a faca dentro de um rio. O pedreiro, no entanto, já havia sido preso em flagrante, 12 dias antes do crime, por agressão a Maria de Lourdes, com quem estava casado há 18 anos e tinha três filhos, com idades de 14, nove e cinco anos. Na ocasião, ele acabou liberado mediante pagamento de fiança. Rondinei encontra-se agora custodiado na sede da 15ª Coordenadoria, onde permanece à disposição da Justiça Criminal.

Fonte: Boção News
Siga o Portal Alagoinhas News no Google Notícias e Instagram para receber as principais notícias do dia em primeira mão.