Uma jovem de 20 anos é acusada de matar o filho recém-nascido dentro de um banheiro químico após dar à luz na cidade de Palmas de Monte Alto, localizada a 839 km de Salvador. Segundo informações de Joseberto Cruz, titular da delegacia do município que investiga o caso, a acusada é natural de Candiba e estava morando com a tia em Guanambi nos últimos quatro meses. “Ela estava escondendo a gravidez dos pais e provavelmente da tia com quem morou nos últimos meses.” disse o titular. O caso aconteceu na madrugada do dia 7 de setembro, dia da Independência. A jovem e sua tia foram a cidade para vender acarajé em uma festa da cidade e no meio da noite, a acusada foi ao banheiro. Após dar à luz, a jovem pegou o filho colocou em um saco e em seguida jogou o bebê no vaso. O menino morreu vítima de afogamento. A jovem foi levada ao Hospital Regional de Guanambi (HRG) com hemorragia, onde continua internada. Ela foi indiciada por infanticídio, assassinato do próprio filho após o parto, que prevê pena de 2 a 6 anos de prisão. Ainda de acordo com o delegado, a jovem vai responder em liberdade em razão do estado clínico em que se apresenta. O corpo do recém-nascido, que tinha cerca de oito e nove meses, foi encontrado por populares e encaminhado por policiais militares para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Guanambi, onde está sendo periciado e submetido à exames de DNA. A data do sepultamento da criança ainda não foi divulgado pela família. Os pais da jovem já prestarem depoimento.

Fonte: Correio da Bahia