segunda-feira, junho 11, 2018

Com apoio da Prefeitura, atletas de Alagoinhas são os únicos representantes da Bahia no Campeonato Mundial de Karatê, que será realizado na Escócia

 segunda-feira, junho 11, 2018  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

Com apenas 10 anos de idade e uma bagagem que inclui mais de 52 medalhas em competições, o atleta que se concretizou, em dezembro do ano passado, como o faixa preta mais novo da Bahia, após uma bateria de avaliações da Federação Baiana de Karatê no exame regional, embarca neste domingo (10) para o Campeonato Mundial de Karatê, que será realizado de 14 a 17 de junho na Escócia.

Tiago Freitas do Carmo estará acompanhado de Arthur Freitas do Carmo, de 12 anos, e juntos, os irmãos faixa preta que aprenderam desde cedo a sequência de técnicas da arte milenar são os únicos atletas da Bahia a representar o estado no Campeonato Mundial de Karatê, na cidade de Dundee, situada na costa leste do Reino Unido.

Para chegar a este nível de competição, entretanto, o trabalho não foi fácil. De acordo com o professor Ivan Pereira da Anunciação Júnior, da escola Dragões Karatê Clube, onde os meninos treinam, eles mantém uma rotina de quase 3h de práticas diárias, sempre no período da noite e, a cada 15 dias, têm um treino também aos finais de semana. “Tiago e Arthur são muito focados, apesar de serem novos. Às vezes, eu estou para encerrar a atividade do dia e eles vêm interessados, pedindo orientações, querendo treinar. Eles são muito determinados e também acompanham todas as dificuldades que nós passamos para conseguir a viagem, para viabilizar que eles participem. São meninos muito responsáveis e eu sinto um orgulho muito grande”, afirma o professor.

Segundo Ivan Júnior, apesar da dedicação dos caratecas, o sonho da excelência no esporte nem sempre esteve tão próximo. Em 2015, os irmãos tiveram a 1ª convocação para o Campeonato Mundial, na Irlanda, e não participaram da disputa por falta de verba. “Ainda temos essa questão do patrocínio como um empecilho dentro do esporte. Temos atletas que têm se destacado nas competições, mas que encontram barreiras para chegar às disputas internacionais por falta de subsídios. Para a competição mundial, que os meninos vão disputar agora, tivemos 7 convocações em Alagoinhas, mas apenas Tiago e Arthur conseguirão fazer a viagem. Precisamos de incentivo ao esporte”, ressaltou.

O patrocínio para a viagem à Escócia, este ano, veio da Prefeitura de Alagoinhas, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo (SECET), e também dos vereadores Jorge da Farinha, Ozeas Menezes e Pastor Lins, que destinaram emendas para contribuir com os custos da viagem, além do Centro de Saúde Humana de Alagoinhas (CSH), que tem sido parceiro dos atletas.

No Campeonato da Federação Mundial de Karatê (WUKF), Tiago Freitas participa da categoria de faixas marrom e preta para 10 anos e Arthur Freitas também disputa nas 2 faixas a categoria para atletas de 12 anos. A Confederação Brasileira de Karatê Interestilos divulgou que 3 mil atletas de 72 países estarão nas chaves de disputa. “As expectativas são as melhores. Claro que eles querem medalhar e estão muito focados nisso. Acredito que teremos pelo menos 40 atletas em cada categoria, mas estaremos muito bem representados”, finalizou o professor Ivan Júnior.

Treinamento desde cedo
Os irmãos alagoinhenses Tiago Freitas, de 10 anos, e Arthur Freitas, de 12, começaram a treinar respectivamente com 2 e 3 anos de idade e são acompanhados desde cedo pelo professor da Dragões Karatê Clube, Ivan Júnior. “Eles começaram e eu coloquei logo nas disputas intermunicipais, mas foi quando Tiago estava com 4 para 5 anos, já se destacando bastante em competições, que percebi o potencial para as disputas maiores. Os dois tiveram um excelente desempenho desde muito novos”, destacou.

Os atletas colecionam, individualmente, cerca de 50 medalhas em competições e, no Campeonato Sul-Americano de Karatê 2017, realizado na Argentina, ambos conquistaram medalhas. O caçula sagrou-se campeão na modalidade “kumite” por equipe e ficou em 2º lugar em “kata”, a sequência de técnicas de ataque e defesa que prepara o carateca para o combate real, enquanto Arthur Freitas conquistou a 2ª colocação em “kata” e a 3ª em “kumite”.

Além das disputas internacionais, os atletas receberam medalhas nos campeonatos baiano, norte-nordeste e brasileiro. “Tiago diz que vai ser atleta olímpico e que ainda vai desfilar no caminhão do corpo de bombeiros”, afirma a mãe dos meninos, Jorma Luzia Santos Freitas.

Próximas disputas e foco no futuro
Embora os dois atletas ainda não tenham idade suficiente para participar das atividades olímpicas da modalidade, Tiago Freitas e Arthur Freitas seguem treinando e afirmam que têm como meta a preparação para as classificações futuras.

Enquanto não completam os 14 anos determinados pela Corregedoria Nacional de Justiça para que possam tentar a competição a nível olímpico, os irmãos seguem lutando. Os dois participam do Campeonato Brasileiro de Karatê, que será realizado no segundo semestre deste ano, em Brasília, em busca do ranking para competir no Pan-Americano de 2019, e o professor Ivan Júnior informou que Tiago Freitas foi escolhido para representar o Brasil no “Open Internacional de Karatê”, que será realizado simultaneamente ao Campeonato Brasileiro, também em Brasília.

Trabalho social no interior da Bahia
Além dos jovens caratecas que têm recebido destaque nas competições nacionais e internacionais, outros atletas também têm alcançado nível competitivo nas disputas. O investimento para praticar o esporte, no entanto, nem sempre está ao alcance de todos. Foi pensando em possibilitar a outras crianças e adolescentes que – assim como Arthur e Tiago – têm potencial na prática da modalidade esportiva que o professor da Dragões Karatê Clube, Ivan Júnior, criou o projeto social “Campeões do Futuro”, em 2013, junto à comunidade quilombola do Cangula, no interior da Bahia.

“O objetivo principal era melhorar a evasão escolar, retirar os jovens da criminalidade e promover a inclusão social. Os resultados foram efetivos e hoje é gratificante, porque os meninos que entraram pequenos começaram a ensinar os novos e o projeto anda atualmente com as próprias pernas na comunidade. Então, há 3 meses, estou trazendo esse projeto para a Praça do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), em Alagoinhas, para iniciantes de 4 a 17 anos de idade. Tiago e Arthur são monitores e participam comigo da iniciativa, compartilhando o conhecimento e ensinando os movimentos para os atletas que estão iniciando”, explicou.

As atividades são gratuitas e uma turma de 30 alunos já está fechada, com treinamento realizado uma vez por semana. De acordo com o professor, o projeto está em fase de busca de material de apoio para o treinamento. As aulas são ministradas às terças-feiras, às 19h30, em Alagoinhas.

Fonte: SECOM PMA


Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Política de PrivacidadeTermo de Uso
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2018
back to top