quarta-feira, maio 16, 2018

Campanha Maio Amarelo conscientiza motoristas sobre atenção ao trânsito em Catu

 quarta-feira, maio 16, 2018  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

A abertura do projeto ‘Maio Amarelo’ em Catu-Ba, será no dia 18, com presença de autoridades e uma psicóloga do trânsito, com o tema “Nós somos o trânsito”. A solenidade será realizada na Câmara dos vereadores, às 08h30min, e será aberto a participação da população.

A discursão em torno da importância de conscientização no trânsito é um assunto que acontece anualmente através da campanha ‘maio amarelo’. A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a ‘década de ações para a segurança no trânsito.’

O documento surgiu a partir de um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), que contabilizou no ano de 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidentes no trânsito em 178 países. 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas. É a nona causa de mortes no mundo, sendo três mil falecimentos diários nas ruas e estradas. Os acidentes de trânsitos são os principais responsáveis por mortes na faixa etária dos 15 aos 29 anos.

A OMS, estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade), e 2,4 milhões em 2030. A intenção da ONU com a campanha é poupar por meio de planos nacionais e mundial, cinco milhões de vida até o final da década. O significado do maio amarelo é que o mês em 2011 foi decretado como a ‘década de ações para a segurança no trânsito’ tornando-se referência mundial para o balanço das ações realizadas, valendo-se da cor amarela que simboliza atenção, sinalização e/ou advertência no trânsito.

O Brasil se destaca como um dos países mais violentos no trânsito, aproximadamente 40 mil pessoas morrem por ano.  A falta de um relacionamento amigável e paciente, promove tragédias com mortes assustadoras, incongruências e irregularidades. A campanha trabalha pela compreensão dos condutores e o respeito pelas regras e leis, em prol de um trânsito ordeiro e amistoso.

Para o diretor geral da coordenadoria municipal de transporte e trânsito de Catu, Carlos Barbosa, é alarmante o número de infrações computadorizadas na cidade, “nós seguimos as diretrizes da lei, não produzimos multas. Iniciamos o processo de educação para o trânsito no ano passado com ações efetivas nessa direção que tiveram efeitos positivos. Portanto, a nossa luta é pela organização e priorização da igualdade a todos nas estradas. ”

Segundo o coordenador, existem pessoas que se opõe a instalação e efetivação dos serviços da CMTT, “quem contraria, são as pessoas que não se adequaram a ideia da necessidade de avanço. É preciso organizar o trânsito, até porque o espaço é de todos e é crucial demarcar onde cada veículo deve ser colocado. ” Reitera.

Para ele, “toda a ação voltada para orientação no trânsito é bem-vinda e tem que ser olhada com positividade. Aqui em Catu, temos que lidar com resistência e agressividade por algo que é um bem comum a todos. Aproveito para fazer um apelo aos cidadãos para que não nos olhem como inimigos. Nossa missão é cuidar e manter a ordem. Se a descumprimos, pagamos por isso. Logo, todos nós estamos vulneráveis a cometer falhas. ” Relata.

A campanha já ganhou as ruas, escolas e empresas com palestras realizadas afim de explicar aos motoristas sobre os cuidados que devem ocorrer para manter um fluxo viável para todos. O diretor ratifica que “consciência todos tem, porém, o problema está na modificação da atitude, sendo possível através da sensibilização das pessoas para mudança de comportamento. ”

Barbosa também destaca que situações acontecem recorrentemente na cidade, “aqui, há casos de pessoas que estacionam em ponte, colocam mercadorias na calçada obstruindo a passagem do pedestre, estacionam em calçadas, rotina de contramão e por aí vai. Em 2007, a cidade abrigava uma frota de pouco mais de seis mil carros e motos, atualmente passa dos 17 mil. Portanto, não há condição de abrigo para todos. São pequenos detalhes que interferem na vida de todos, por isso é necessário manter a organização. ”

Em poucos dias, a Coordenadoria Municipal de Transporte e Trânsito (CMTT), ocupará um lugar definitivo. Para a conclusão das ações, trabalha-se com o projeto de locação em uma área próxima a 95ª CIA da Polícia Militar, onde encontra-se o Rotary Club, no bairro da Aruanha. Enquanto não se concretiza o projeto, a coordenadoria, está instalada na Retran (Regional de trânsito), órgão que passará a ser sediado em uma área maior e, prestando atendimento aos motoristas que se deslocavam até Alagoinhas para fazer serviços e aparatos nos veículos e de habilitação, passando a ser realizado em Catu. A viatura é outra novidade que está sendo mobilizada para aquisição.

O dia 18, sexta-feira, na Câmara de Vereadores de Catu, será um momento para reflexão e abordagem de um novo comportamento no trânsito de uma forma ampla e também direcionada para os problemas do trânsito da cidade de Catu.

Fonte/Foto: Catu Acontece


Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Política de PrivacidadeTermo de Uso
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2018
back to top