terça-feira, março 06, 2018

OSBA dá um show em Alagoinhas e emociona o público

 terça-feira, março 06, 2018  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

Com a regência do carismático maestro Carlos Prazeres, a Orquestra Sinfônica da Bahia – OSBA, fez uma apresentação de gala na última sexta-feira (2), no Centro de Cultura de Alagoinhas, como parte da programação OSBA na estrada, promovido pela Secult – Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, e que desde o mês passado está percorrendo diversos municípios da Bahia.

Com 75 músicos e um repertório eclético, o maestro Carlos Prazeres, que conversa com o público ao início de cada apresentação, falando da música, do autor, sua origem e sua influência, a OSBA encantou aos presentes, que aplaudiam a cada final de apresentação.

Em entrevista, o maestro Carlos Prazeres, que está na sinfônica desde 2011, e ainda é regente convidado da Orquestra Sinfônica Petrobras, disse que escolheu o repertório de forma a universalizar, começando pelo berço da música clássica, a Europa, passando pelos Estados Unidos, Brasil e Argentina.

No Brasil não poderia ser diferente, disse Prazeres, ao falar de Heitor Villa Lobos, um dos maiores músicos do planeta, executando Bachianas parte II, para ele uma das mais bonitas.

Carioca e filho do maestro português naturalizado brasileiro Armando Prazeres, falecido em 1999, o maestro Carlos Prazeres tem sido reconhecido por dar uma nova roupagem à OSBA, popularizando a música clássica e levando música a diversos rincões baianos.

Com muita sutileza, o maestro Carlos Prazeres falou que uma das músicas teria sua sonoridade prejudicada pelo barulho do ar condicionado do Centro de Cultura, que tem capacidade para apenas 215 pessoas, mas abrigava quase 400, daí a necessidade de aumentar sua velocidade.

As músicas seguintes, mesmo iniciando em tons brandos, ficaram mais audíveis graças à acústica do local. O repertório teve 12 execuções e novidades que o público não esperava.

Com quase 100% de repertório clássico, o maestro Carlos Prazeres teve a ideia de inseri na programação músicas populares. Lá estavam Beyonce, Pablo Vittar e Anitta. O público foi ao delírio, afinal, grande parte da plateia nunca tinha visto a OSBA tocar, muito menos que ouviria, num evento clássico, cantores populares. Até os músicos se emocionaram.

O Projeto #Osbanaestrada é uma ideia de popularizar a música, daí a necessidade de inseri em sua programação músicas populares, disse o maestro, que se entrega de corpo e alma em suas apresentações.

“Foi um evento lindíssimo, maravilhoso, inesquecível”, disse a cantora Emili Pinheiro. Ao seu lado, no foyer do Centro de Cultura, o fotógrafo Amilton André estava esfuziante. “Isso me lembra os meus dez anos de estudos em música, inclusive com o flautista da OSBA que estava presente, além de dois outros músicos da orquestra com quem conviveu em Salvador. Fotógrafo experiente e morando em Alagoinhas há quase dez anos, até a cantora Emili Pinheiro ficou surpresa em saber do conhecimento artístico do fotógrafo.

Na plateia, outro músico estava não menos emocionado. Welson Gonzaga, multinstrumentista e saxofonista de profissão, não piscava os olhos durante o show da OSBA. “É encantador”, resumiu ele.

Fonte: Vanderley Soares


Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Política de PrivacidadeTermo de Uso
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2018
back to top