quarta-feira, fevereiro 28, 2018

Vitória é multado pelo TJD-BA, mas escapa do rebaixamento e segue no Baiano deste ano

 quarta-feira, fevereiro 28, 2018  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

A confusão e o encerramento do clássico Ba-Vi do último dia 18 de fevereiro teve um desfecho na noite desta terça (27), na sede do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA). Por 3 votos a 1, o TJD-BA decidiu manter o Vitória na elite do futebol baiano e disputando o título do campeonato estadual deste ano. Porém, o clube foi multado em 100 mil reais pelos ocorridos no clássico, além de perder os pontos da partida, o que já havia ocorrido, já que o Bahia foi declarado vencedor do duelo. A decisão ainda cabe recurso em segunda instância, no tribunal pleno do TJD-BA. Caso alguém ainda recorra novamente, o caso será levado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). No clássico Ba-Vi, que aconteceu no último dia 18 de fevereiro, no estádio do Barradão, pela sexta rodada do Baiano, o gramado virou ringue para uma briga generalizada entre os jogadores. Os atletas rubro-negros não gostaram da forma como o meio-campista Vinícius comemorou o gol de empate e partiram para cima dele. Após a briga, o árbitro Jailson Macedo Freitas expulsou Kanu, Denílson e Rhayner pelo lado do Vitória. Pelo Bahia, Rodrigo Becão, Edson e Lucas Fonseca foram para o chuveiro mais cedo. O goleiro do Leão, Fernando Miguel, se envolveu na confusão, mas recebeu apenas o cartão amarelo. Posteriormente, com a bola rolando, o Uillian Correia recebeu o segundo amarelo num lance de jogo e também foi expulso. Em seguida, por um ato de indisciplina, Bruno Bispo também foi posto para fora ao receber outro amarelo. Com esta quinta expulsão, o Vitória ficou com o número insuficientes de atletas para o prosseguimento da partida, obrigando a arbitragem a encerrá-la aos 35 minutos do segundo tempo.

TJD-BA nega pedido de liminar do Vitória para reverter placar do Ba-Vi

O Tribunal de Justiça Desportivo da Bahia (TJD-BA) negou o pedido de liminar do Vitória para tentar reverter o placar de 3 a 0 atribuído ao Bahia no clássico do último dia 18 de fevereiro, no Barradão, pela sexta rodada do Campeonato Baiano. De acordo com Roberto Araújo, secretário geral do TJD-BA, o mandado de garantia do Rubro-negro segue em tramitação, mas foi solicitada manifestação da Federação Bahiana de Futebol (FBF) e do Esporte Clube Bahia). "Foi negada só a liminar. O processo vai andar agora normalmente. Vamos citar a Federação como coautora e o Bahia como terceiro interessado para se pronunciar sobre o mandado em si. O Vitória alega que desconhece o Regulamento Geral da CBF como parâmetro para decidir [o vitorioso no clássico]. A Federação vai se pronunciar, o Bahia também e vai ser escolhido um relator. Quando chegar todo esse material, o processo vai para a Procuradoria", declarou. O Ba-Vi se encerrou por insuficiência de jogadores do Vitória, que teve cinco expulsos na partida. Com isso, a FBF utilizou o Regulamento Geral de Competições da CBF para determinar o Bahia como vencedor do clássico. O artigo 56 do documento determina que “após o início da partida, se uma das equipes ficar reduzida a menos de sete (7) atletas, dando causa a essa situação, tal equipe perderá os pontos em disputa”. Nesta terça-feira (27), o caso será julgado na sede do TJD-BA.

Fonte: Bahia Notícias


Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Política de PrivacidadeTermo de Uso
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2018
back to top