domingo, dezembro 03, 2017

Mais um suspeito de envolvimento em latrocínio de médico no carnaval de Salvador é preso

 domingo, dezembro 03, 2017  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

Mais um suspeito de envolvimento no assassinato do médico Marcos Spínola Ramos, no carnaval de 2013, em Salvador, foi preso nesta sexta-feira (1º).

A informação é da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), que não detalhou como Artur Arlindo Barbosa Pacheco, também conhecido como Arturzinho, de 25 anos, foi encontrado. Ele integrava o Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública, como o "Oito de Paus".

A vítima, Marcos Spínola Ramos, morreu após ser agredida durante um assalto, quando ia com um amigo em direção ao bairro do Rio Vermelho, à procura de um táxi. Outros homens envolvidos no crime foram presos ainda em 2013. Em outubro deste ano, mais um suspeito de participar do latrocínio morreu em confronto com a PM.

De acordo com a SSP-BA, Arturzinho, preso nesta sexta-feira, também é chefe de uma quadrilha que comercializava entorpecentes, e tentava mostrar poder assassinando os rivais.

O suspeito ainda é investigado pela morte recente de Rafael Santos Silva, traficante rival, e ligado a tentativa de homicídio de Alan dos Santos Santana, também associado ao comércio de entorpecentes.

Morte de médico

Segundo familiares, o médico foi agredido no momento em que buscava um táxi, no bairro do Rio Vermelho, após se divertir no carnaval de 2013 de Salvador.

O pai da vítima, Rivadázio Espínola, contou na ocasião que seu filho chegou a passar por uma cirurgia para drenar sangue na cabeça, mas não resistiu. Segundo parentes, o médico saía do camarote, no bairro de Ondina, junto com um amigo, e caminhou até o bairro do Rio Vermelho para buscar um táxi, quando eles foram abordados por dois homens, que anunciaram o assalto.

Parentes contaram que o amigo teve um cordão de ouro roubado e o médico reagiu à ação, sendo agredido com um murro. Após a agressão, segundo parentes, ele caiu no chão, bateu a cabeça e levou chutes por parte dos suspeitos. A vítima foi levada para o Hospital Geral do Estado (HGE) e, em seguida, transferida para o Santa Izabel.

O médico, no entanto, teve uma parada cardíaca e morreu. O enterro foi realizado no dia 18 de fevereiro, em Juazeiro, norte da Bahia. Em depoimento à polícia, um dos suspeitos de participação no crime chegou a dizer que a corrente roubada "era tão fina que não a venderia nem por R$100".

 Fonte: G1

Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Termo de Uso-Anuncie-Contato
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2017
back to top